Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

COMANDO DE GREVE DA UNIR EXIGE POSICIONAMENTO URGENTE DO MEC


O comando de greve dos docentes recebeu na tarde de ontem, 26 de setembro de 2011, convite da reitoria da UNIR para uma reunião no dia 28/9 - quarta-feira. Em resposta, os docentes se manifestam informando, através do comando de greve, que não poderão se fazer presentes à reunião, tendo em vista a deliberação ocorrida na assembleia do dia 20/9 - segundo a qual somente irão tratar dos assuntos da UNIR com a SESu/MEC, visto que a reitoria publicou, no site da UNIR, informações de que já teria atendido a 95% das reivindicações, o que, para o movimento grevista, é uma falácia.

Segundo o professor José Rosa, membro do comando de greve, “as reivindicações dos docentes não dizem mais respeito somente às condições de trabalho e infraestrutura da UNIR, mas sim à lisura e transparência do trato com a coisa pública”. E acrescenta: “não justifica reunir com o reitor, porque o que queremos é a apuração das denúncias de irregularidades praticadas por essa reitoria. Outro fator é que na greve de 2008 o reitor assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com a ADUNIR e com os docentes e estudantes, mas nunca cumpriu. Dessa forma, não acreditamos mais nele ”, finaliza o professor Rosa.

Ato público é transferido

Em virtude da assembleia dos docentes, marcada pela diretoria da ADUNIR, para as 15h, do dia 29 no campus José Ribeiro Filho em Porto Velho, o ato público, previsto para o dia 29/9 às 16h no prédio da reitoria (Unir-Centro), foi transferido para o dia 30/9, às 17h.

Para a professora Carla Martins, do comando de greve, o ato público representa uma manifestação não só de professores e alunos, mas uma possibilidade da sociedade civil se manifestar na defesa da UNIR, única universidade pública no estado de Rondônia, e acrescenta dizendo que “esse ato público expressa uma vontade de uma UNIR livre e digna” COMANDO DE GREVE DA UNIR EXIGE POSICIONAMENTO URGENTE DO MEC

Comando de greve só conversa com o MEC

O comando de greve dos docentes recebeu na tarde de ontem, 26, convite da reitoria da UNIR para uma reunião no dia 28/9 - quarta-feira. Em resposta, os docentes se manifestam informando, através do comando de greve, de que não poderão se fazer presentes à reunião tendo em vista a deliberação ocorrida na assembleia do dia 20/9 segundo a qual somente irão tratar dos assuntos da UNIR com a SESu/MEC, visto que a reitoria publicou, no site da UNIR, informações de que já teria atendido a 95% das reivindicações que para o movimento grevista trata-se de uma falácia.

Segundo o professor José Rosa, membro do comando de greve, “as reivindicações dos docentes não dizem mais respeito somente às condições de trabalho e infraestrutura da UNIR, mas sim pela lisura e pela transparência do trato com a coisa pública”. E acrescenta “não justifica reunir com o reitor porque o que queremos é a apuração das denúncias de irregularidade praticadas por essa reitoria. Outro fator é que na greve de 2008 o reitor assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com a ADUNIR e com os docentes e estudantes, mas nunca cumpriu, dessa forma não acreditamos mais nele ”, finaliza o professor Rosa.

Ato público é transferido

Em virtude da assembleia dos docentes, marcada pela diretoria da ADUNIR, para as 15h, do dia 29 no campus José Ribeiro Filho em Porto Velho, o ato público, previsto para o dia 29/9 às 16h no prédio da reitoria (Unir-Centro), foi transferido para o dia 30/9, às 17h.

Para a professora Carla Martins, do comando de greve, o ato público representa uma manifestação não só de professores e alunos, mas uma possibilidade da sociedade civil se manifestar na defesa da UNIR, única universidade pública no estado de Rondônia, e acrescenta dizendo “esse ato público expressa uma vontade de uma UNIR livre e digna” desabafa Carla Martins.

Fonte: Adilson Siqueira

 

Mais Sobre Educação

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

SENAI Rondônia prorroga inscrições para cursos gratuitos

Aqueles que almejam oportunidade de fazer um curso gratuito para se qualificar profissionalmente, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de R

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

30 novos parquinhos em escolas de Vilhena: compra acontece com emenda de Luizinho Goebel

Uma completa renovação dos parquinhos das escolas municipais foi providenciada neste ano para acontecer em breve. A Secretaria Municipal de Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Por meio do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Depesp), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO, Cam