Porto Velho (RO) sábado, 23 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

CARTA ABERTA DO COMANDO DE GREVE UNIFICADO DA UNIR


O comando unificado de greve dos professores e estudantes da UNIR divulgou hoje, 28, uma carta aberta com o título “resposta democrática a uma reitoria autoritária” em resposta à nota da reitoria publicada no site da Universidade, ontem, 27, em que ataca os docentes em greve. A carta inicia com um poema de Mário Quintana: “todos estes que aí estão atravancando o meu caminho, eles passarão... eu passarinho!”.

A carta divulgada pela reitoria, ao agredir o movimento docente, destaca “apesar da ampla divulgação das ações promovidas pelo Comando de Greve, registramos que, na prática, o efeito não tem ganhado força, já que, após a insistência do Comando de Greve de Professores, nenhum deputado ou senador compareceu à reunião marcada pelo grupo com os parlamentares da bancada federal de Rondônia que deveria ter acontecido ontem, 26, às 9h da manhã, no auditório da Unir-Centro; na tenda montada em frente ao prédio central da UNIR (onde fica a reitoria) para servir de acampamento aos manifestantes, cerca dez pessoas permaneceram alojadas; e, engajados artificialmente no movimento, muitos professores aproveitaram para viajar e resolver questões pessoais” (sic).

A carta do comando afirma que “a Reitoria da UNIR recusou o diálogo antes da deflagração da greve dos professores e estudantes no dia 14 de setembro. Ao contrário, colocou a Polícia Federal armada na entrada do prédio para intimidar e impedir as manifestações. Trancou-se nos gabinetes e fez de seus pró-reitores porteiros para barrar a entrada de Conselheiros do Conselho Universitário na UNIR-Centro. Desdenhou das forças democráticas que lutam para recolocar a Instituição nos trilhos da lisura acadêmica e da transparência administrativa. Usou de todos os métodos dos pequenos tiranos de província: mentindo, caluniando, divulgando informações falsas, agarrando-se ao cargo para o qual perdeu as condições de permanecer”.

Mais adiante, afirma “o Reitor correu a Brasília para catar migalhas e oferecer o que não passa de promessas antigas e nunca cumpridas. E agora anuncia que tem a solução e quer “dialogar” com os professores e estudantes. Ele e seus apoiadores, com medo de perder os dedos, querem entregar os anéis. Ele não pode ter mais solução alguma, porque é ele o problema. Os professores e estudantes têm os Termos de Ajustes de Conduta (TAC) que ele assinou em 2008 e jamais cumpriu”.

Para finalizar, a carta destaca “O Reitor perdeu a credibilidade pessoal para negociar. Ele não pode continuar à frente da Reitoria porque significa continuar com as práticas nefastas, com as negociatas mal cheirosas, com os acordos suspeitos, com as viagens inúteis com o dinheiro público. Alunos e professores exigem da Secretaria de Educação Superior (SESu/MEC) a garantia de uma mudança radical na administração da UNIR”.

Fonte: Adilson Siqueira
 

Mais Sobre Educação

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

Uma cerimônia com homenagens e muita emoção marcou o lançamento na última quarta-feira (20) da 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa, no Auditório Guajuvi

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Nesta quarta-feira (21), acadêmicos do curso de Biomedicina da FIMCA participaram do projeto "Posso escolher", realizado pela Prefeitura de Porto Velh

ONU declara, 2019 será  o Ano Internacional das Línguas Indígenas

ONU declara, 2019 será o Ano Internacional das Línguas Indígenas

Iniciativas apoiadas pela Fundação Banco do Brasil reforçam a relevância dos povos na história, cultura e preservação do meio ambienteA ONU (Organizaç

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi