Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Canteiro de Sons da Escola Rio Branco é aplaudido de pé


Canteiro de Sons da Escola Rio Branco é aplaudido de pé - Gente de Opinião 

Durante a solenidade de abertura da III Gincana Ecológica da Escola Rio Branco, um show a parte foi a estréia dos alunos que fazem parte do projeto de percussão, “ Canteiro de Sons”. O projeto tem a participação de alunos de todas as séries da escola nos níveis Fundamental e Médio.

. Ao mesmo tempo em que trabalha a inclusão destes alunos, com defasagem idade/ano escolar, o Canteiro de Sons também mostra que é possível o aproveitamento de materiais recicláveis para emitir sons, aproveitando o talento nato de cada participante.

Segundo a percussionista Patrícia Cavallero, “a iniciativa desta atividade, foi para trabalhar com os alunos da Aceleração, que estão em defasagem escolar, mas aos poucos nós fomos recebendo os simpatizantes do popular  Bate Latas e hoje nós temos alunos não só da aceleração, mas do 6º ao 9º ano fundamental até o  3º ano do Ensino Médio, com excelente aproveitamento no projeto”, enfatizou.

A apresentação de estréia dos meninos do “Bate Latas” foi um dos momentos mais emocionantes da solenidade da Gincana. Com latas vazias e tambores, os meninos fizeram da percussão uma linda sinfonia que emocionou a todos. “Mostrar aos alunos, que a sustentabilidade é o princípio de ir além do presente, usando hoje o necessário, mas preservando o universo para gerações futuras é o primeiro passo. Estamos trabalhando com eles também, a disciplina, o trabalho em equipe, a responsabilidade, o comprometimento. O Canteiro de Sons utiliza material considerado lixo e descartável, dando vida e sons, criando um novo uso sustentável dos materiais, contribuindo assim com a preservação ecológica e ambiental” disse a professora Nara Vargas, coordenadora do projeto.

A solenidade de abertura da gincana, trouxe à escola, pais e amigos dos participantes. Também marcaram presença a representante do secretário estadual de Educação, a técnica Francisca Janoca,o delegado de Policia Civil Paulo Xisto, o historiador e Jornalista, Anísio Gorayeb, a ambientalista Isabel Cristina da Silva, o presidente da Associação Cidade Verde, Jorge Nunes, e os padrinhos do projeto Canteiro de Sons, a administradora Miriam Saldaña, o advogado Amadeu Machado e o presidente da Asprovel Geraldo Gonzaga de Lima.

Fonte: Nara Vargas
Foto: Marcos Fabrício

Mais Sobre Educação

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas  de espanhol, francês e italiano

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas de espanhol, francês e italiano

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Vilhena, abre inscrições para os cursos de Formação Inicial e Conti

Senai oferece cursos gratuitos de  aprendizagem industrial na Capital

Senai oferece cursos gratuitos de aprendizagem industrial na Capital

Inscrições em cursos de aprendizagem industrial básica estão abertas e 70 vagas estão disponíveisEstudantes com idade mínima de 14 anos e cursando a p

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Na última quinta-feira (14) a FIMCA teve a honra de realizar a colação de grau dos formandos dos cursos de Administração Agronomia, Biomedicina, CIênc