Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

Alunos da Escola João Bento criticam 'Governo da Cooperação'


Alunos da Escola João Bento criticam 'Governo da Cooperação' - Gente de Opinião

Mais uma vez uma a Escola Pública Prof.João Bento da Costa é destaque em número de aprovações através do SISU e PROUNI no Estado de Rondônia. São 184 aprovações  nas melhores universidades e Faculdades do país.Neste ano o destaque para aprovações na PUC  - única Universidade Privada do Brasil no ranking das melhores universidades do mundo segundo a consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS) e, a segunda melhor do país. Caroline Rincolato e Nathiele Bárbara  são duas  das alunas aprovadas na PUC/PR; Leonardo Fernandes na PUC/GO; Marcelo Souza na PUC/CAMPINAS além do que várias aprovações no IFRO,IFS,UFGO,UFPE,UFMS,UFAC,UFAM,UNEMAT,IFAC,UTFPR,UFAL,UFPB,UFPA,UEA,UNICALDAS,UNICESUMAR,UNIP,UNOPAR,FIMCA,SÃO LUCAS,UNICEM,UNIRON,FIP,UNISINOS,ULBRA ,FARO,UNESC, FMU, ou seja,a Escola João Bento conta com alunos aprovados nos quatro cantos do país em cursos variados como Engenharia de Petróleo,Medicina,Direito,Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica,Enfermagem,Logística,Administração,Engenharia Ambiental,Psicologia,Fisioterapia, Farmácia, Química Industrial, Medicina Veterinária entre outros. Outro grupo de alunos ressaltam que estão ansiosos pelo resultado da UNIR, pois ali estará a grande massa de alunos aprovados da Escola.

Apesar do número de aprovados que segundo  alunos  se deve a responsabilidade e compromisso de uma equipe que procura realmente preparar para o Enem considerado o maior vestibular do país hoje, a reclamação é geral quanto ao compromisso e valorização por parte do Governo do Estado de Rondônia que sequer divulga os resultados ali obtidos.Segundo alunos a escola funciona na garra por parte da equipe,pois estudam em um ambiente muitas vezes quente por falta de manutenção em centrais de ar,banheiros imundos,quebrados pois além de não ter pessoal para manter a limpeza é grande o número de estudantes naquele estabelecimento de ensino que são obrigados a fazer uso de um local insalubre visto que passam maior parte do tempo na escola estudando e são obrigados, devido a necessidades básicas,frequentar  banheiros que não tem condições para atendê-los e, a um bebedouro nada compatível também com as exigências de vigilância sanitária. Segundo eles,não entendem porque um Governo que prega na mídia a valorização da educação não coopera com a melhor escola do Estado e perguntam-se: Será que é por que em anos anteriores essa escola era a menina dos olhos do Governo Cassol? Para eles,nada justifica a falta de atenção e a falta de colaboração naquela Escola por parte do Governo ,afirma uma das alunas aprovadas na UFMT que ali estuda estudou desde o primeiro ano. Quanto aos Educadores que trabalham no Terceirão – Vagson e Aucenei em Matemática, Russimeire e Geane em Biologia, Miguel Costa e  Marivaldo em Física, José do Nazareno,Soniamar e Carlos Moreira em Língua Portuguesa, Arimatéia Dantas e Thalles Gomes em Geografia; Walfredo Tadeu,Suamy e Kleber em História,Lady e Xisto em Línguas Estrangeiras,Francisca Taveira em Educação Física, Mônica Cristina e Roberto Amaral em Química -  os alunos são unânimes em afirmar tratar-se da melhor equipe já vista em escola Pública,pois além do compromisso são pessoas que trabalham com amor visando a melhoria do futuro de cada um,vestem a camisa da educação de qualidade  e, sempre estão dispostos a atender o corpo discente independente de hora e dia,pois simulados,provas são realizados sempre nos fins de semana para que nem um dia na semana seja perdido visando a preparação geral para o Enem e/ou outros vestibulares.Ressaltam o trabalho em unidade que ali acontece,onde ninguém trabalha sozinho e sim, em conjunto em prol do aluno,por isso fica a pergunta ao Governo do Estado: Por que não valorizar os Educadores que ali trabalham? Por que não valorizam com um local adequado àquelas centenas de alunos que ali estão porque acreditam no trabalho da escola com uma reforma principalmente nos banheiros e bebedouros?

Portanto fica a dica Sr.Confúcio Moura pois essa garotada de 16,17 anos são votantes em sua maioria e já estão com um pensamento bem politizado e consciente de seus direitos!

Fonte: Terceirão JBC/2013

Mais Sobre Educação

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

6ª Olimpíada de Língua Portuguesa é lançada e recebe inscrições

Uma cerimônia com homenagens e muita emoção marcou o lançamento na última quarta-feira (20) da 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa, no Auditório Guajuvi

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Acadêmicos do curso de Biomedicina realizam triagens no projeto "Posso escolher"

Nesta quarta-feira (21), acadêmicos do curso de Biomedicina da FIMCA participaram do projeto "Posso escolher", realizado pela Prefeitura de Porto Velh

ONU declara, 2019 será  o Ano Internacional das Línguas Indígenas

ONU declara, 2019 será o Ano Internacional das Línguas Indígenas

Iniciativas apoiadas pela Fundação Banco do Brasil reforçam a relevância dos povos na história, cultura e preservação do meio ambienteA ONU (Organizaç

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi