Porto Velho (RO) terça-feira, 30 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Alunos da Escola Estadual Plácido de Castro, em Jaru, aprendem sobre alimentos orgânicos e o uso de agrotóxicos


Gente de Opinião

Alunos da Escola Plácido de Castro, em Jaru, indicaram a percentagem de agrotóxicos que cada alimento contém

Uma série de atividades abordando o uso de agrotóxicos e alimentos orgânicos foi realizada com os jovens do ensino médio da Escola Estadual Plácido de Castro, em Jaru. Os alunos aprenderam sobre os danos causados pela utilização de agrotóxicos, a diferenciação de um vegetal orgânico, além de receberam palestras de órgãos ambientais.

As ações envolveram os estudantes por semanas para que pudessem ter um bom conhecimento sobre o assunto debatido. Após os estudos, eles exibiram seus aprendizados na escola numa espécie de feira no pátio da escola.

Com a exposição de alimentos classificados entre orgânicos, transgênicos e com agrotóxicos, junto com o percentual do produto utilizado em cada vegetal exposto, os jovens informaram a comunidade sobre os danos causados à saúde e ao organismo humano pela ingestão de alimentos com agrotóxicos. 

Em seguida, o engenheiro agrônomo da Idaron, Marcos Alves, iniciou a palestra explanando o histórico da produção de alimentos no mundo e diferenciando a forma de produzir e consumir entre a população urbana e rural ao longo dos anos.

Ele ressaltou a importância de se produzir alimentos com sustentabilidade e apresentou a classificação dos agrotóxicos aos estudantes. “O principal problema é o mau uso do produto, além da não utilização do Equipamento de Proteção Individual (EPI), que é algo necessário no momento da aplicação do agrotóxico”, comenta.

Gente de Opinião

Marcos Alves, engenheiro agrônomo da Idaron, explicou aos alunos sobre a importância de produzir com sustentabilidade

A devolução das embalagens vazias para lugar apropriado, de acordo com Marcos, é essencial para preservar o meio ambiente. “A recomendação é que os produtores façam uma tríplice lavagem da embalagem e a devolva adequadamente, já que muitos materiais podem ser produzidos a partir do reciclo dela”, adverte o engenheiro agrônomo.

As explicações sobre os alimentos orgânicos foram repassadas durante a conversa com o secretário municipal do Meio Ambiente, Francisco Hildeburg, que citou algumas ações da Secretaria de Agricultura junto ao setor chacareiro e disse que os alimentos orgânicos são aqueles que estão livres de qualquer produto químico.

“O alimento de hoje é o resultado da saúde de amanhã, portanto é imprescindível ser criterioso ao escolher o tipo de alimentação que será utilizado no cardápio diário”, ressaltou.
 


Fonte
Texto: Assessoria Seduc
Fotos: Elias Gonçalves
Decom - Governo de Rondônia
 

Mais Sobre Educação

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Alunos da rede municipal em Porto Velho são atendidos pelo Programa Saúde

Buscando garantir o desempenho dos estudantes dentro da sala de aula, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve um programa para a reparação da visão a a

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Campus Porto Velho Calama abre seleção para Pós-Graduação Lato-Sensu em ensino de Ciências e Matemática

Por meio do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Depesp), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia-IFRO, Cam

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) divulgou nesta quarta-feira, 24/11/2021, na Seção 3 do Diário Oficial da Un

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

O V Congresso Municipal de Educação iniciou, nesta quarta-feira (24), em Porto Velho. O evento reúne mais de 5 mil professores e diretores escolares p