Porto Velho (RO) sábado, 27 de novembro de 2021
×
Gente de Opinião

Educação

Alunos contam como a música transformou a vida deles


Gente de OpiniãoO som do trompete mudou a vida de Alisson Brito, 16 anos, e Antônio Duarte, 15, alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Daniel Neri da Silva, localizada no Bairro JK I, em Porto Velho. Os adolescentes afirmam que após terem entrado para a ‘Escola de Arte’ o rendimento escolar aumentou, as notas ficaram azuis e o relacionamento com a família é de alegria e respeito. O projeto é desenvolvido na escola com apoio da Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) há três anos e, assim como as vidas de Alisson e Antônio, influenciou o futuro de muitos jovens.

“Eu não queria estudar, meus pais não confiavam mais em mim. Estava sem futuro. Ouvi a orquestra tocando e senti que podia ser valorizada, se participasse”, conta Flávia Oliveira, 18 anos, aluna do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio São Luiz, no Bairro JK II. Atualmente, Flávia toca violoncelo e está estudando baixo acústico.

O projeto ‘Escola de Arte’ foi criado há três anos, tem 230 alunos, entre estudantes de escolas públicas e comunidade de entorno. Na orquestra há 50 músicos, todos formados pelo projeto. A concorrência é tão grande que a seleção dos futuros músicos é feita por meio de edital duas vezes ao ano. “Este ano a procura ficou de 28 pessoas para cada vaga”, comenta o professor Eliezer Gomes de Moura, idealizador do projeto.

Josiele Maciel Dourado, 22 anos, mora no Bairro Socialista e está no projeto desde o início. A jovem acredita que a música pode transformar o ambiente da região onde mora. “Nosso bairro é violento. A música ajuda a sensibilizar as pessoas para a paz”, avalia a violonista.Alunos contam como a música transformou a vida deles - Gente de Opinião

Foi o que aconteceu com Fiama Cardoso Duarte, 19 anos. “Eu era rebelde, muito encrenqueira, ‘gazetava’ aula para ir jogar. Não queria nada com estudo”, lembra. Fiama concluiu o Ensino Médio na Escola Daniel Neri após entrar no projeto. Hoje toca violino e percussão e estuda flauta transversal.

“Há muitos casos de alunos problemáticos que mudaram de comportamento após conhecer a música”, afirma o professor Eliezer Gomes de Moura. As aulas ocorrem em um prédio construído nos fundos da Escola Daniel Neri, onde crianças, jovens e adultos passam horas imersos em cifras e acordes.

Para o secretário de Estado da Educação, Emerson Castro, a música pode conquistar crianças e jovens para a cidadania. “Há pesquisas que comprovam o poder transformador da música em casos de doenças, traumas e também na área cognitiva, pedagógica”, comenta.

O endereço da Escola Daniel da Silva Neri é: Rua Benedito Inocêncio, Bairro JK I, Porto Velho.

Fonte: Ascom/SEDUC / Foto: Quintela


 

Mais Sobre Educação

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

IFRO publica edital para abertura do Concurso Público para preenchimento de 41 vagas na instituição

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) divulgou nesta quarta-feira, 24/11/2021, na Seção 3 do Diário Oficial da Un

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

Hildon Chaves anuncia bonificação de fim de ano aos professores durante Congresso Municipal de Educação

O V Congresso Municipal de Educação iniciou, nesta quarta-feira (24), em Porto Velho. O evento reúne mais de 5 mil professores e diretores escolares p

Pais e responsáveis sem acesso à internet podem participar da chamada escolar de forma presencial em Porto Velho

Pais e responsáveis sem acesso à internet podem participar da chamada escolar de forma presencial em Porto Velho

Pais e responsáveis sem acesso à internet, ou com dificuldades de manuseio de aparelho eletrônico, podem buscar, até a próxima sexta-feira (26), um do

Vencedores do prêmio Boas Práticas são anunciados durante Congresso Municipal de Educação em Porto Velho

Vencedores do prêmio Boas Práticas são anunciados durante Congresso Municipal de Educação em Porto Velho

Os dez vencedores da 3ª edição do prêmio Boas Práticas foram reconhecidos nesta quarta-feira (24). A premiação aconteceu durante a solenidade de abe