Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Educação

250 alunos concluem etapa do projeto Nós Na Prevenção


Um total de 250 crianças e jovens oriundos de 25 escolas da capital e distritos de Porto Velho concluíram a primeira de duas etapas do projeto Nós Na Prevenção. Segundo Jacson Pessoa, coordenador da Casa da Juventude, nesta primeira os alunos receberam capacitação para se tornarem multiplicadores na prevenção do uso de drogas e entorpecentes.

O projeto lançado em junho deste ano trabalhou com alunos de escolas estaduais e municipais, sendo elas duas de Jacy Paraná, uma de mutum, outra de Nova Mutum e mais 21 da capital. Na próxima semana a coordenadoria municipal da Juventude vai promover um “encontrão” que deve reunir os alunos do projeto Nós Na Prevenção, educadores sociais, autoridades, diretores e professores das escolas contempladas pelo projeto.

Durante a confraternização, que terá sua data definida nos próximos dias, será exibido um documentário com imagens e depoimentos de alunos e educadores que participaram desta primeira etapa do projeto. O material foi preparado pelos alunos do curso de Produção Áudio Visual, um dos mais procurado pelos jovens na Casa da Juventude, que oferece uma gama de cursos destinados a crianças, jovens e adolescentes que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Agora, aptos a atuar como multiplicadores, os alunos, além de receber os certificados de conclusão da primeira etapa, poderão contar com o site oficial do Nós Na Prevenção, local onde eles encontrarão subsídios para trabalhar a segunda etapa, nesta página da web, que será lançada também durante o evento da próxima semana, todos poderão encontrar informações e dicas de como combater e se afastar do mundo das drogas.


Atuação

Depois de concluída esta primeira etapa a coordenação do projeto espera que o número de 250 alunos capacitados se multiplique para cerca de 1500 jovens. A atuação dos multiplicadores vai se acontecer dentro das escolas e no meio social em que convivem, como explica o coordenador da Casa da Juventude, Jacson Pessoa. “Cada aluno, além das escolas, vive em um meio social diferente e nestes locais é que vai acontecer a maior atuação destes multiplicadores. Por exemplo, quem faz parte de alguma igreja irá disseminar estas ideias dentro da igreja, e quem participa de grupos de dança vai trabalhar neste local e assim será com todos os seguimentos de convívio dos alunos/multiplicadores”, diz o coordenador.

Com o término desta etapa a coordenação do projeto faz uma avaliação positiva desta primeira fase. Segundo o coordenador da Casa da Juventude durante as capacitações foi possível um contato bastante próximo com os alunos, o que possibilitou aos educadores tomar conhecimento de fatos que até então eram desconhecidos pelas escolas, como por exemplo, que grande parte dos alunos já tiveram algum contato ou envolvimento com drogas, álcool e cigarros.

Diante desta proximidade e a detecção do contato com o mundo das drogas por parte dos alunos já foi possível resgatar dois jovens que hoje se encontram em tratamento em centros de reabilitação para dependentes químicos.

Fonte: Edina Silva
 

Mais Sobre Educação

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

“Nossas experiências irão nos alavancar por este novo mundo”, afirma formanda durante segunda noite de colação de grau da FIMCA

Aconteceu na última sexta-feira (15) o segundo e último dia de colação de grau da Faculdade FIMCA, realizado na Vila Olímpica do campus. O momento foi

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas  de espanhol, francês e italiano

Campus Vilhena do IFRO oferta cursos gratuitos nas áreas de espanhol, francês e italiano

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Vilhena, abre inscrições para os cursos de Formação Inicial e Conti

Senai oferece cursos gratuitos de  aprendizagem industrial na Capital

Senai oferece cursos gratuitos de aprendizagem industrial na Capital

Inscrições em cursos de aprendizagem industrial básica estão abertas e 70 vagas estão disponíveisEstudantes com idade mínima de 14 anos e cursando a p

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Primeira noite de colação de grau da FIMCA é marcada por agradecimentos

Na última quinta-feira (14) a FIMCA teve a honra de realizar a colação de grau dos formandos dos cursos de Administração Agronomia, Biomedicina, CIênc