Porto Velho (RO) segunda-feira, 17 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Economia

Vantagens do “Cidadania Empresarial” são apresentadas pela Sefin; ação do programa acontece nos dias 8 e 9 de dezembro


Com o “Cidadania Empresarial”, taxas para abertura e regularização de empresas comerciais serão isentas por 30 dias - Gente de Opinião
Com o “Cidadania Empresarial”, taxas para abertura e regularização de empresas comerciais serão isentas por 30 dias

Na sexta-feira (3) a Secretaria de Finanças do Estado (Sefin) realizou uma coletiva de imprensa para divulgar os benefícios da primeira ação do Programa “Cidadania Empresarial” que vai acontecer nos dias 8 e 9 de dezembro na Paróquia São Tiago, em Porto Velho. 

Durante a coletiva o secretário de Estado de Finanças, Luís Fernando, falou sobre a importância da formalização de negócios para o Estado de Rondônia. “Queremos facilitar o acesso às informações para o empreendedor que está pensando em iniciar uma atividade ou iniciou de forma informal ou quer mudar essa padronização para que saiba fazer esse processo de forma clara. A partir dessa primeira ação piloto vamos testar o funcionamento desse atendimento, juntamente com os nossos parceiros e vamos realizar um cronograma para os municípios incentivar a produtividade e economia e fomentar o desenvolvimento do Estado de Rondônia”, disse o secretário.

Gestor da Sefin fala sobre a importância da formalização de negócios para Rondônia

O gestor da Sefin explicou na apresentação, que durante a ação o  microempreendedor que pretende se regularizar vai receber isenção nas taxas de registro de negócio, agilidade nos trâmites da documentação, acesso a crédito do Programa de Apoio às Micros e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios do Estado de Rondônia (Proampe) de até R$ 100 mil para investimentos, cobrança mínima de tributos federais, estaduais e municipais. Além disso, o empreendedor terá acesso a palestras e cursos de orientação na abertura do negócio.

O microempreendedor receberá ainda assessoria contábil gratuita. Uma das novidades da primeira ação do programa é que a Junta Comercial do Estado de Rondônia (Jucer) durante todo o mês de dezembro vai isentar os custos para abertura e registro de empresas.

 “Acredito que esse programa tem tudo para dar certo. Com essa conscientização o microempreendedor vai entender as vantagens de se regularizar e receber acesso a crédito para o seu negócio. Com a isenção por 30 dias das taxas para abertura e regularização de empresas comerciais, a geração de emprego e de renda vai ganhar reforço”, pontou o presidente da Jucer, José Alberto Anísio.

Já Augusto Pellucio, da Federação das Associações Comerciais de Rondônia (Facer) destacou que na pandemia a formalização foi reconhecida como mais vantajosa. “Todos os auxílios do Governo em folha de pagamento, acesso ao crédito e até mesmo para proteger o pequeno empresário ou grande empresário foi evidenciado. Essa medida do Governo de Rondônia é um exemplo para que isso se estenda para todos os municípios, não só pela medida ampla, mas pelo simbolismo de ir para os outros bairros. Contém com a Facer; estamos muito entusiasmados com esta ação e com a retomada do crescimento econômico”, finalizou.


Mais Sobre Economia

Agrolab Amazônia se consolidou como maior evento digital do agronegócio da região

Agrolab Amazônia se consolidou como maior evento digital do agronegócio da região

Os eventos virtuais, que se fortaleceram com o advento da pandemia causada pelo novo coronavírus e se consolidaram ao longo de 2021, chegaram para f

Apesar do avanço em novembro, Ômicron tende a frear retomada dos serviços

Apesar do avanço em novembro, Ômicron tende a frear retomada dos serviços

O aumento no número de casos de contaminação por covid-19, provocado pela variante Ômicron, deve frear a recuperação do setor de serviços no País. É

Relp? Estamos no Congresso e vamos derrubar o veto

Relp? Estamos no Congresso e vamos derrubar o veto

O presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto que previa a criação de um programa de renegociação de dívidas para microempreendedores individuais (MEI

Portaria permite regularização de empresas do Simples, com melhores condições de parcelamento

Portaria permite regularização de empresas do Simples, com melhores condições de parcelamento

A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) publicou, nesta terça-feira (11), a Portaria 214/2022, que instituiu o Programa de Regularização Fis