Porto Velho (RO) domingo, 26 de junho de 2022
×
Gente de Opinião

Economia

Transportadora de veículos no Brasil impulsiona a economia da América Latina.

Toda a produção de veículos no Brasil é escoada pelo setor de transportes de veículos, utilizando as rodovias brasileiras por meio de caminhões cegonha, partindo de São Paulo em direção à todas as capitais, inclusive de todos os países da América Latina.


Transportadora de veículos no Brasil impulsiona a economia da América Latina. - Gente de Opinião

A origem da palavra logística vem do grego "logistikos”, significando cálculo e raciocínio no sentido matemático. O desenvolvimento deste serviço está relacionado às atividades militares, inicialmente o exército persa utilizou uma marinha de grande escala em 481 A.C, com mais de 3.000 navios de transporte para sustentar o exército, transportando víveres e equipamentos de guerra.

Avançando na linha do tempo e na sequência cronológica aparece Alexandre “o grande”, o qual inspirou líderes futuros e muitas empresas. 

Seu império abrangeu diversos países durante 13 anos, seu sucesso está relacionado a forma de organização militar, onde realizou planejamento abrangendo terrenos de batalha, tecnologias de armamento, gerenciamento do sistema de transportes, objetivando agilizar o deslocamento das tropas, suprimindo adversários, definindo através de equipes de engenheiros, formas de ataque e controle das cidades conquistadas, criando o exército mais ágil da época.

Na história da civilização humana, a questão do transporte sempre foi pilar fundamental de grandes vitórias militares e econômicas. E hoje não é diferente do passado,  países com melhores estruturas logísticas acabam vendendo mais, com um custo menor.

Relacionado a esta questão de eficiência em transportes está o setor de fabricação de veículos automotores,  é muito importante produzir um veículo de qualidade,  desde que esteja a disposição do cliente no destino, em volume confiável ao longo do tempo, esta disponibilidade do produto na prateleira é que torna a indústria automotiva nacional líder na América Latina.

Na hora de desenvolver um produto, e no caso aqui relacionado, de um veículo automotor, o que é mais importante ? O design, a eficiência em consumo de combustível ou a disponibilidade do item na hora da venda ?

O ato de comprar, em muitas situações, desencadeia uma certa ansiedade no comprador, que deseja levar o item adquirido o mais rápido possível para casa, e se este bem não for o mais disponível, é uma questão que pesa muito na decisão de compra.

Se vende mais os itens que estão mais disponíveis, ponto. Então perceba a linha de valor que a eficiência do transporte de veículos entrega.

Transportadora de veículo utiliza a técnica Kanban.

A missão da transporte de veículo é maior do que apenas transportar o veículo da fábrica em direção à concessionária, cada caminhão cegonha carrega consigo os valores e a bandeira nacional, transporta também a qualidade dos profissionais e a sinergia do setor,  se antes a logística era uma atividade militar, hoje é uma atividade profissional pautada pelo interesse econômico. 

É através do serviço de transporte de veículos que a projeção do poder econômico brasileiro se dá em toda a América Latina,  pois o veículo automotor é o item de consumo  de maior valor agregado, comprado por todos os nossos países vizinhos. 

As muitas e diferentes técnicas de transporte de veículos são desenvolvidas em território nacional e também importadas de outros países, como por exemplo a técnica Kanban, criada pela empresa Toyota nos anos 60 pelas mãos de seu engenheiro Taiichi Ohno. É considerado o principal responsável pela criação do Sistema Toyota de Produção. Nascido em Dalian, China, de pais japoneses, formou-se em Engenharia Mecânica na Escola Técnica de Nagoya e entrou para a Toyota Spinning and Weaving em 1932. 

Também pelas mãos do setor automobilístico nacional se implantou nos anos 80, o primeiro operador logístico nacional, liderado pela fabricante de pneus Pirelli, onde abriu-se um conjunto de oportunidades comerciais com a consolidação do conceito de terceirização do transporte de veículos, partes e peças.

Transportadora de veículos foi que organizou a logística nacional.

Atualmente a atividade da transportadoras de motos saiu da responsabilidade da indústria automotiva, e passou para grandes operadores logísticos globais, que possuem uma rede de transportes trans-nacional.

Em tempos de pandemia esta cadeia global de transporte de veículos sofreu mais por conta da mudança dos pedidos dos clientes,  que mudaram de itens de consumo do setor automotivo, para itens de saúde, como vacinas, seringas e outros itens, onde encareceu o custo do frete em geral em todo o mundo.

Não é a única explicação da crescente inflação mundial pós-pandemia,  as ações de fechamento de indústrias e de setores inteiros para controlar a doença, desorganizou toda a cadeia de fornecimento, e encareceu os preços.

A inflação pegou o Brasil de jeito mas também muitas economias avançadas, e uma das explicações é a questão da pandemia relacionada com a desorganização de operadores logísticos em todo o mundo, porque justamente mostrar a todos nós a importância do custo do frete para a organização da economia no Brasil. 

A pandêmia desorganizou a transportadora de veículos, o que aumentou o custo.

Após o fim da pandemia, levará de 2 a 3 anos para reorganizar toda estrutura de operação logística global,  o setor das transportadoras de veículos é resiliente, e trabalha arduamente para oferecer o serviço de mudanças Brasília df mais barato, sempre no menor prazo de entrega possível.

 

Obviamente que o setor de transporte automotivo não foi o único afetado pela desorganização da cadeia de global de transportes,  tudo ficou mais caro,  e o consumidor percebeu este fato em todos os setores,  por conta de  muitas ações de transferência de renda movida por governos em todo o mundo, o imposto governamental acabou crescendo para todas as direções.

A proposta do "ficar em casa”,  como forma de conter o desenvolvimento da pandemia aumentou o custo de vida para toda a sociedade, e não existe nenhuma expectativa de retorno aos custos pre-pandêmicos. 

Uma vez que o custo de vida aumenta, é definitivo, seja por conta da desorganização econômica ou política, existe pouca margem de manobra no governo para contornar a situação,  não apenas no Brasil mas em qualquer governo democrático.

 

Ronaldo Luis Gonçalves

Pai, Marido, Engenheiro de Software, Empreendedor Digital desde 2007 atuando no mercado de marketing digital e SEO. É mantenedor de diversos blogs e sites na internet.

Mais Sobre Economia

Sebrae apoia projeto Empresa Campeã do Simpi

Sebrae apoia projeto Empresa Campeã do Simpi

O diretor superintendente em exercício do Sebrae em Rondônia, Samuel Almeida, esteve esta semana (22) na sede do Sindicato da Micro e Pequena Indúst

Cônsul italiano e comitiva são recebidos pelo presidente da FIERO

Cônsul italiano e comitiva são recebidos pelo presidente da FIERO

Conhecer o potencial de Rondônia, vislumbrando oportunidades de negócios na Amazônia. Esta foi a pauta da reunião em que o presidente da Federação da

Prazo para quitar débitos do ICMS e IPVA com até 95% de desconto encerra no dia 30 de junho

Prazo para quitar débitos do ICMS e IPVA com até 95% de desconto encerra no dia 30 de junho

Para aderir ao Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Pública Estadual – Refaz basta entrar no portal do contribuinte, fazer as simulações e

ABSTARTUPS oferece dia de mentoria gratuita para startups de Porto Velho, veja como participar

ABSTARTUPS oferece dia de mentoria gratuita para startups de Porto Velho, veja como participar

O StartupON, iniciativa da Associação Brasileira de Startups (Abstartups), tem oferecido mentorias gratuitas à startups em fases iniciais em todo o