Porto Velho (RO) terça-feira, 16 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Economia

Setor de Saúde e Bem-Estar é um dos mais promissores para os pequenos negócios

Sebrae dá cinco dicas para quem planeja abrir uma empresa e aproveitar o crescimento do nível de longevidade dos brasileiros


Setor de Saúde e Bem-Estar é um dos mais promissores para os pequenos negócios - Gente de Opinião

A busca por qualidade de vida e longevidade tem influenciado novos comportamentos nos consumidores e transformou o mercado de produtos e serviços de saúde e bem-estar em um dos mais promissores e atraentes do país. As despesas com o consumo final de bens e serviços de saúde no Brasil atingiram R$ 546 bilhões em 2015, correspondendo a 9,1% do PIB – de acordo com o IBGE. Atualmente, negócios ligados à saúde e bem-estar se expandiram por novos segmentos de atividade que vão do agronegócio à indústria. Juntos, eles movimentam um mercado que não para de crescer.

Os avanços da medicina e a melhora dos indicadores sociais permitiram, nas últimas décadas, um aumento consistente da expectativa de vida da população. Com isso, cresceu também o número de pessoas que procuram se preparar para viver a terceira idade com maior autonomia e saúde. Esse é um movimento natural da economia e que já foi registrado em outros países que tiveram crescimento da sua população de idosos. Nesse contexto, algumas atividades se destacam: Coaching de Saúde, que oferece um treinamento personalizado para adoção de um novo estilo de vida; Saúde Calibrada, onde - a partir de uma análise do DNA – são identificados os riscos de doenças e recomendados tratamentos individualizados; Indicadores de Impacto, que oferece uma tecnologia de feedback instantâneo de saúde para motivação e melhoria da performance e o Diagnóstico Distribuído - formas estratégicas e inovadoras de aproximação dos clientes para acesso a serviços de saúde.

Na última semana (7 de abril) foi comemorado o Dia Mundial da Saúde. Para lembrar a data, o Sebrae reuniu cinco dicas para quem quer qualificar o seu negócio. Confira!

1. Acompanhe as novidades do mercado

Utilize a tecnologia a favor da saúde e dos negócios. Uma grande aposta do mercado atual é o desenvolvimento de aplicativos que ajudam a controlar e desenvolver hábitos saudáveis. A tecnologia também pode ser uma importante aliada para qualificar a gestão e o atendimento da sua empresa. Existem no mercado diversos programas e aplicativos que oferecem desde alternativas para marcação de consulta diretamente pelo paciente (evitando filas de espera), até programas que organizam todo o sistema de gestão da sua clínica ou academia.

2. Humanize o seu serviço

Independente do seu negócio ser uma clínica, academia ou estúdio, a verdade é que a qualidade do serviço dispensado pela sua equipe é fundamental para assegurar a fidelização dos clientes e o crescimento da empresa. Tudo começa no momento de selecionar os seus funcionários. Saiba escolher os profissionais que  gostam e sabem se relacionar com outras pessoas. Tenha em mente também a necessidade de qualificar permanentemente a sua equipe. Uma forma de verificar como público está sendo atendido é realizar a prática do cliente-oculto. Existem diversos serviços no mercado especializados em testar o atendimento de empresas de comércio ou serviço.

3. Aposte no design de ambiente como diferencial

O layout de qualquer ambiente é determinante para que uma pessoa se sinta confortável e acolhida. Agora, reflita na importância que um bom layout tem para um negócio que lida com saúde e bem-estar. Pensando em acolher de forma inclusiva todos os públicos, invista em melhorias. Você pode utilizar a psicologia das cores e a iluminação para favorecer o ambiente. É fundamental, ainda, estar preparado para receber pessoas com limitações de locomoção ou visão, por exemplo.

4. Fique atento e cumpra todas as normas de fiscalização sanitária.

É essencial zelar pela saúde dos seus profissionais e clientes. Por isso, siga todas as exigências da vigilância sanitária.

5. Escolha um segmento de atividade com o qual você se identifica

Existem, no Brasil, mais de 200 atividades econômicas relacionadas somente ao universo da saúde. São negócios que vão desde grandes hospitais até serviços de cuidados a idosos e enfermos (que podem ser enquadrados na figura do Microempreendedor Individual – MEI). Antes de abrir um negócio nesse segmento, considere qual o perfil de atividade com o qual você mais se identifica, considerando sua formação e suas competências pessoais. Analise também, com apoio de um contador, qual o formato de empresa mais indicado para o seu negócio. As tributações e encargos seguem as mesmas regras do Simples Nacional. Entre as vantagens estão, a redução da carga de impostos, bem como a simplificação dos processos de cálculo e o recolhimento dos tributos. Faça uma simulação sobre a melhor opção para a sua empresa se o Simples ou o Lucro Presumido pelo link.do Sebrae/FGV 

Na próxima terça-feira, 16 de abril, o Sebrae em Rondônia estará realizando o Seminário Saúde e Bem Estar, no Teatro Guaporé em Porto Velho. Às 14h teremos o Talk Show – Oportunidades para a saúde e bem estar com empresários do setor. Às 17h Coffee Network, espaço para degustar e trocar ideias sobre seu negócio e às 18h a palestra Negócios com Saúde com Fernando Rocha. As inscrições você pode fazer acessando sebrae.ro/sebraeon para informações ligue gratuitamente para 0800 570 0800 ou WhatsApp 98130.5656.

Mais Sobre Economia

Rondônia: Porto seco em área da Suframa pode estreitar relações comerciais com a Bolívia

Rondônia: Porto seco em área da Suframa pode estreitar relações comerciais com a Bolívia

Com o objetivo de estudar iniciativas de expandir a atuação da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e incentivar o desenvolvimento

Portaria traz sistemática que apura benefício à sociedade das ações de controle efetivadas pelo TCE-RO

Portaria traz sistemática que apura benefício à sociedade das ações de controle efetivadas pelo TCE-RO

Foi publicada pelo Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), em seu diário oficial (edição 1902, de 9 de julho de 2019), a Portaria n. 469, que institu

Cresce a inadimplência no comércio no mês de junho e ultrapassa os dados de 2018

Cresce a inadimplência no comércio no mês de junho e ultrapassa os dados de 2018

O número de inadimplentes de Rondônia cresceu 4,35% em junho de 2019, em relação a junho de 2018. O dado ficou acima da média da região Norte (2,16%

Fecomércio apoia implantação de Ceasa em Rondônia

Fecomércio apoia implantação de Ceasa em Rondônia

A implantação de uma Central de Abastecimento no Estado (Ceasa) foi motivo de reunião na manhã de segunda-feira (15) no Palácio Rio Madeira. A reunião