Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Economia

Grupo 3corações lança projeto que une três grandes riquezas do Brasil: a cultura indígena, o café e a floresta amazônica

O novo projeto da companhia valoriza a cultura do Brasil, dá protagonismo aos indígenas cafeicultores e fomenta uma produção sustentável na maior floresta tropical do mundo


Grupo 3corações lança projeto que une três grandes riquezas do Brasil: a cultura indígena, o café e a floresta amazônica - Gente de Opinião

Grupo 3corações, maior empresa de cafés do Brasil, lança iniciativa que tem como principal objetivo valorizar o trabalho que indígenas produtores de café estão realizando no coração da floresta amazônica e, com isso, dar protagonismo a eles. O projeto fomenta um desenvolvimento sustentável amparado nos pilares social, ambiental e econômico interagindo de forma harmoniosa.

A companhia está construindo este trabalho com os povos indígenas do Estado de Rondônia em duas Terras Indígenas: Terra Indígena Sete de Setembro, localizada na cidade de Cacoal e Terra Indígena Rio Branco, na cidade de Alta Floresta. E para celebrar o início desta parceria, o Grupo 3corações realizou a doação de mudas de café aos povos indígenas como uma forma de simbolizar o plantio de novas oportunidades e uma parceria duradoura.

O projeto engloba iniciativas de capacitação para dar acesso as melhores práticas na produção de cafés de qualidade. O primeiro treinamento com foco em cafés de qualidade ocorreu em março de 2019 no município de Ouro Preto do Oeste para lideranças indígenas que levarão adiante os conhecimentos adquiridos. A companhia também está investindo na infraestrutura necessária nas aldeias para viabilizar aprodução dos cafés almejados.

Além disso, visando a sustentabilidade, o reconhecimento e a valorização, o Grupo 3corações comprará 100% dos cafés cultivados nas duas Terras Indígenas. A compra acontecerá de duas formas, a primeira é por meio do lançamento da 1ª edição do Concurso Tribos, um concurso de cafés de qualidade exclusivo para os povos indígenas em que serão premiados o primeiro, segundo e terceiro lugar. O melhor café será comprado por R$3.000,00 cada saca e mais R$ 25.000,00 de prêmio em dinheiro, o 2º lugar terá a compra das sacas por R$ 2.000,00 cada uma e mais R$ 15.000,00 em dinheiro e, por fim, o 3º lugar será adquirido por R$ 1.000,00 cada saca e R$10.000,00 de premiação (de acordo com regulamento). A cerimônia de lançamento deste concurso aconteceu na manhã de hoje, 11 de abril, em Rondônia, semana que marca o início da colheita no Estado.

A segunda forma de comprar os cafés será reflexo da qualidade que os povos indígenas atingirem em suas respectivas produções de café. Ou seja, a medida que aumenta a qualidade, aumenta também o prêmio por saca. Os melhores cafés serão comprados pelo dobro do preço da cotação de mercado. Tais iniciativas garantem grande incentivo aos indígenas cafeicultores, uma vez que eles passam a ter não só a garantia de compra de 100% de sua produção, mas também um prêmio que valoriza o trabalho realizado.

Para Pedro Lima, Presidente da Companhia "Ao longo dos 60 anos de história do Grupo 3corações, buscamos parcerias genuínas e duradouras. Este é um projeto que caminha neste sentido e além disso valoriza a diversidade cultural que existe no Brasil. Como maior empresa de cafés do país com 27% de Market Share, temos responsabilidade de desenvolver a cadeia produtiva do café e este projeto é uma oportunidade única de uma iniciativa sustentável que une riquezas do Brasil e cria valor para todos os envolvidos."

O projeto conta com importantes parceiros para sua realização, como Funai, Emater-RO, Embrapa-RO, Secretaria Municipal de Agricultura de Alta Floresta e de Cacoal e Câmara Setorial do Café do Estado de Rondônia.

Sobre o Grupo 3corações

Grupo 3corações é líder nacional no segmento de café torrado e moído, pioneiro e líder de mercado com o Cappuccino 3 Corações, e líder nas Regiões Norte e Nordeste com o Café Santa Clara. Fundada em 1959, no interior do Rio Grande do Norte, a companhia industrializa e comercializa as marcas de café 3 Corações, Santa Clara, Pimpinela, Kimimo, Letícia, Fino Grão, Itamaraty, Iguaçu, Amigo, Cruzeiro, entre outras, e o cappuccino #Pronto. Também produz filtro, porta-filtro, café solúvel, refresco em pó Frisco e Tornado, achocolatado, derivados de milho Claramil e temperos Dona Clara. Em 2013, o grupo lançou a TRES, solução de café expresso e multibebidas com mais de 20 sabores de bebidas quentes. Com 25 Centros de Distribuição (CDs), seis Plantas Fabris (nove Unidades Industriais), duas Unidades de Compra e Beneficiamento de Café Verde (Armazéns), uma Unidade Corporativa – Integradora (CE, SP e MG) – e a Escola de Serviços e Sabores, a empresa está presente em mais de 300 mil pontos de venda no País, com estrutura logística e comercial próprias. A empresa também exporta café de algumas de suas marcas para os principais mercados da América Latina e Estados Unidos.

Mais Sobre Economia

Empresários de autopeças se reúnem com deputados estaduais para discutir sobre revisão do MVA

Empresários de autopeças se reúnem com deputados estaduais para discutir sobre revisão do MVA

Empresários de autopeças do estado, se reuniram na tarde de ontem (16), com o Presidente da Assembleia Legislativa (ALE-RO), Laerte Gomes, para tratar

Produção de peixe é incentivada pelo Sebrae

Produção de peixe é incentivada pelo Sebrae

Com uma movimentação de R$ 500 milhões na balança comercial e condições naturais consideradas excelentes, Rondônia se apresenta como um estado promiss

Sebrae: Pequenos negócios registram saldo positivo na geração de empregos

Sebrae: Pequenos negócios registram saldo positivo na geração de empregos

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) é um instrumento de acompanhamento do processo de admissão e de dispensa de trabalhadores regid

eSocial começa a receber informações do MEI

eSocial começa a receber informações do MEI

A partir desta terça-feira (16), estará disponível para o Microempreendedor Individual o acesso ao módulo simplificado do Sistema de Escrituração Digi