Porto Velho (RO) terça-feira, 18 de junho de 2019
×
Gente de Opinião

Economia

CARTA ABERTA AO GOVERNADOR E AOS DEPUTADOS: o transporte coletivo precisa do apoio do Estado para continuar existindo em Porto Velho


CARTA ABERTA AO GOVERNADOR E AOS DEPUTADOS: o transporte coletivo precisa do apoio do Estado para continuar existindo em Porto Velho - Gente de Opinião


 

O Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Urbano (SITETUPERON) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) vêm a público manifestar apoio à solicitação da Prefeitura de Porto Velho para que o Estado conceda isenção do ICMS sobre o Diesel para as operações internas do transporte coletivo da Capital.

 

Tal medida comporia um conjunto de outras ações que estão sendo feitas no sentido de tornar viável o funcionamento do transporte coletivo, que se encontra a beira de um caos; pois a atual empresa já anunciou que vai abandonar o Sistema e estudos técnicos especializados indicam que se for feita uma nova licitação ela seria “deserta”, ou seja, não apareceria nenhum interessado que realmente fosse capacitado.

 

É importante ressaltar dois aspectos dessa questão: primeiro Rondônia é um dos poucos estados que não concedem essa isenção para o transporte coletivo, como, por exemplo, Mato Grosso e Paraná; sendo que Curitiba, que é um sistema modelo, tem esta isenção há muitos anos. Segundo, não se trata de beneficiar nenhuma empresa, inclusive porque as atuais já entraram com ação para cancelar o contrato de concessão, mas para viabilizar uma nova licitação.

 

O SITETUPERON ressalta que, sem essa e outras medidas, os estudos indicam que Porto Velho poderá ser a única Capital do Brasil a não ter um serviço de transporte público regular, prejudicando não só centenas de trabalhadores do transporte, mas principalmente a população, pois sem o transporte coletivo, entraria no seu lugar o transporte clandestino.

 

Dentre outros prejuízos à sociedade, o transporte clandestino, não aceita gratuidade de idosos, estudantes, deficientes e não tem acessibilidade; além de não assinar carteira de trabalho daqueles que atuam nele e não recolher impostos. Outro grande prejuízo à população é que as linhas e horários com menor número de passageiros, simplesmente ficariam sem atendimento.

 

Diante do exposto, o SITETUPERON e a CUT fazem um apelo para que o Governador Daniel Pereira e os Deputados Estaduais implantem imediatamente a isenção do ICMS do Diesel no transporte coletivo da Capital.

 

Porto Velho-RO, 18 de dezembro de 2018.

 

SITETUPERON

 

CUT-RO

 

Mais Sobre Economia

Tribunal de Contas de Rondônia e classe empresarial unidos pelo desenvolvimento econômico

Tribunal de Contas de Rondônia e classe empresarial unidos pelo desenvolvimento econômico

Num primeiro momento pode soar díspar a aproximação do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE/RO) com a classe empresarial, mas esse contexto é de fácil

Inadimplência segue crescendo em maio:  comércio e bancos são os mais atingidos

Inadimplência segue crescendo em maio: comércio e bancos são os mais atingidos

Nos segmentos de comércio e serviços a inadimplência seguiu crescendo nos primeiros cinco meses de 2019, comparativamente ao mesmo período de 2018.

Professor universitário decidiu investir em sonho de se tornar produtor de licor em Ji-Paraná

Professor universitário decidiu investir em sonho de se tornar produtor de licor em Ji-Paraná

Um professor universitário que decidiu investir no sonho de ser um empreendedor, essa é a história de José Carlos, um senhor que sempre teve paixão po

Desenvolvimento de competências para agentes profissionais

Desenvolvimento de competências para agentes profissionais

Se você já ouviu falar em POA, com certeza também vai querer saber sobre o PEA, ou ainda sobre o PPA. Claro que sempre haverá o que aprender sobre