Porto Velho (RO) terça-feira, 2 de junho de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Vendas de eletroeletrônicos cresceram 14,43% no semestre


Ronaldo D'Ercole - Agência O Globo SÃO PAULO - As vendas do setor eletroeletrônico cresceram 14,43% no primeiro semestre deste ano, em relação a igual período de 2005. Balanço preliminar da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros) mostra que essa alta foi puxada pela linha de imagem e som, cujas vendas foram 34,17% superiores às dos primeiros seis meses do ano passado. A linha branca registrou um incremento de 5,07%, e a de portáteis, queda de 8,37% no semestre. - As vendas de eletroeletrônicos tiveram um bom desempenho no primeiro semestre, devido a fatores como a Copa do Mundo, maior oferta de crédito e a queda no preço dos produtos - afirmou o presidente da Eletros, Paulo Saab. Para o segundo semestre, a previsão é de um crescimento menor, principalmente em função dos televisores, cujas vendas deverão se situar em torno de 4 milhões de unidades, em comparação aos 6 milhões vendidos no primeiro semestre. Em julho, comparadas a junho, as vendas de televisores da indústria para o varejo tiveram um recuo de 35%, após terem registrado um crescimento de 37,84% no primeiro semestre. - O varejo registrou uma redução de demanda em torno de 25%, o que, somado à existência de estoques no mercado, levou a uma queda no volume de encomendas do varejo para a indústria - diz Saab Em função da existência de estoques excedentes de televisores nesse segmento, explica, a estimativa é de que a indústria faça um corte no volume de produção em relação ao ritmo registrado até junho. Nos aparelhos de DVD, as vendas do primeiro semestre tiveram crescimento de 40,87%, confirmando a curva crescente de demanda pelas novas tecnologias. Na linha branca, os produtos que tiveram os melhores desempenhos no primeiro semestre foram os refrigeradores, com vendas 5,82% maiores; os fogões, com crescimento de 6,23% e as lavadoras automáticas, com incremento de 3,58%. Entre janeiro e junho, o segmento de portáteis foi o único que apresentou decréscimo na comparação com 2005, mas ainda assim as vendas de aspiradores de pó cresceram 3,58%; as de secadores e modeladores, 16,74%; e as de cafeteiras, 13,59% no primeiro semestre.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões