Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Venda de veículos novos tem queda de 8,6% em nov


Camila Maciel
Agência Brasil

São Paulo – A venda de veículos novos caiu 8,6% em novembro, na comparação com o mês anterior, apontam os dados divulgados hoje (5) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda foi menor, ficando em 2,8%.

Em números absolutos, foram licenciados 302,9 mil veículos no último mês. Em outubro, haviam sido comercializadas 330,2 mil unidades.

Também houve retração no acumulado do ano. De janeiro até novembro foram vendidos 3,41 milhões de veículos, enquanto, no mesmo período do ano passado, foram 3,44 milhões, uma queda de 0,8%.

A produção registrou decréscimo de 10,7%. Foram produzidos 289,6 mil unidades em novembro, ante 324,4 mil em outubro. Em relação a novembro de 2012, quando foram fabricados 314,7 mil veículos, a queda alcançou 8%.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões