Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Uma em cada quatro empresas brasileiras enfrenta concorrência da China


Martha Beck - Agência O GloboBRASÍLIA - Uma em cada quatro empresas brasileiras enfrenta a concorrência de produtos chineses no mercado nacional, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O trabalho revela ainda que metade das empresas que enfrentam a concorrência da China já perdeu participação no mercado brasileiro. Os setores mais prejudicados são o têxtil, de vestuário, de equipamentos hospitalares e calçados. De acordo com a CNI, 75% das empresas têxteis e 66% dos fabricantes de vestuário já perderam espaço para os produtos chineses no Brasil.O trabalho também mostra os efeitos da China no mercado internacional para os exportadores brasileiros. De acordo com a pesquisa - que ouviu 1.581 empresários - 58% das empresas que atuam no mercado externo sofrem a concorrência de produtos chineses e já perderam clientes. Além disso, 12% das grandes empresas brasileiras já transferiram parte de sua produção para a China, onde os custos são mais baratos. Neste grupo, estão os setores de veículos, máquinas e materiais elétricos e minerais não-metálicos.As empresas afirmaram à CNI que a forma de o Brasil enfrentar a concorrência chinesa é, principalmente, reduzir custos de produtos e aumentar investimentos na qualidade dos produtos. Também é preciso diferenciar marcas, lançar novos produtos e eventualmente reduzir a margem de lucro.

Mais Sobre Economia - Nacional

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

o socorro financeiro do governo federal ao pagamento de dívidas de estados e municípios com a União vai gerar um impacto de R$ 90,3 bilhões nas contas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

A EXPECTATIVA PARA AS VENDAS DE RONDÔNIA SÃO MELHROES QUE A MÉDIA NACIONALA Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo-CNC estima q

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

O Banco Central (BC) aprovou, com restrições e limitações, a aquisição de 49,9% da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco. O acordo viabiliza o investime

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Caso o Congresso acate, o reajuste dos ministros do STF vai aumentar a despesa em R$ 10,55 milhões por mês, ou R$ 137,15 milhões, aí somado o décimo-t