Porto Velho (RO) quarta-feira, 8 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Tijolaço: Rombo de R$ 170 bi também em 2017. Viva a responsabilidade fiscal


Tijolaço: Rombo de R$ 170 bi também em 2017. Viva a responsabilidade fiscal - Gente de Opinião

Por Fernando Brito

Do Correio Braziliense, como em outros portais: Rombo em 2017 pode encostar em R$ 170 bilhões se não houver aumento de impostos, admite governo.

“A equipe econômica defende que o deficit fique entre R$ 140 bilhões e R$ 150 bilhões. A ala política quer um rombo maior, de até R$ 160 bilhões. O presidente interino está tentado a sancionar uma projeção que não assuste os investidores, que andam reclamando da falta de compromisso do governo com um ajuste fiscal consistente. Técnicos do governo reconhecem, porém, que, para prevalecer a projeção da Fazenda, o governo não terá outra escapatória senão a de aumentar impostos.”

E quando se sabe que este déficit vai se dar com retração dos gastos sociais, em parte pelo fisiologismo, em parte porque  não haverá recuperação significativa da atividade econômica.

A esperança é um avanço do investimento estrangeiro,  com um programa de privatizações e concessões.

Que anda na base do comparecimento de chefes de Estado nas Olimpíadas: murchando e vacilando , diante da legitimidade carente do governo.

Tijolaço: Rombo de R$ 170 bi também em 2017. Viva a responsabilidade fiscal - Gente de Opinião

Tudo o que era criticado por estar acontecendo a contragosto no governo Dilma é, agora, aceito por estar sendo feito ‘a gosto”  no Governo Temer.

A “responsabilidade fiscal”, como se vê, é de natureza contábil.

Estando no Orçamento, o prejuízo é legal.

Nos dois sentidos.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões