Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Telefonia fixa terá reajuste de 0,5% nos próximos dias


Sabrina Craide
Agência BrasilGente de Opinião

Brasília - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou hoje (31) os novos valores dos planos básicos da telefonia fixa. O reajuste chega a 0,568% para clientes das operadoras Telefônica, CTBC e Sercomtel. Para usuários da Telemar/Oi, o aumento será 0,553% e as ligações de longa distância nacional feitas pela Embratel vão ficar 0,554% mais caras.

Segundo a Anatel, as novas tarifas foram calculadas com base no Índice de Serviços de Telecomunicações (IST), que teve variação de 5,144% entre agosto de 2011 e outubro de 2012. Sobre esse índice é aplicado o Fator X, que reflete o ganho de produtividade das operadoras, que é compartilhado com os usuários, resultando na diminuição do índice de reajuste.

Os novos valores serão publicados no Diário Oficial da União nos próximos dias e devem ser divulgados pelas concessionárias em jornais de grande circulação 48 horas antes de começarem a ser aplicados.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões