Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Tecnologia para prevenção da violência + MEI 2020: Posso abrir mesmo com nome sujo?


Tecnologia para prevenção da violência + MEI 2020: Posso abrir mesmo com nome sujo? - Gente de Opinião

Tecnologia para prevenção da violência

A prevenção e o combate à criminalidade, principalmente nos grandes centros urbanos, é um dos temas mais debatidos atualmente pela sociedade brasileira. Em entrevista concedida ao programa de TV do SIMPI “A Hora e a Vez da Pequena Empresa”, o coronel José Roberto Rodrigues de Oliveira, atual secretário de Segurança Urbana do município de São Paulo, destacou que, para enfrentar os desafios da gestão de segurança pública numa cidade com as dimensões da capital paulista, é imprescindível lançar mão de tecnologias inovadoras, focadas nos últimos avanços no campo da segurança.

Segundo o secretário, três iniciativas desenvolvidas e implementados pela prefeitura paulistana são exemplos desse esforço. “O SP+Segura é um aplicativo para celulares criado e desenvolvido para facilitar o acesso da população à informação em tempo real, em que os usuários podem avisar uns aos outros sobre ocorrências, por exemplo, falta de luz, queda de árvore, pichação ou qualquer tipo de crime; já o projeto City Câmeras é uma iniciativa que, através do monitoramento por câmeras espalhadas pela cidade, tem como objetivo inibir a ação de criminosos e aumentar a segurança e o bem-estar da população; e o Dronepol é um programa que prevê a utilização de drones para auxiliar na segurança da cidade, como a finalidade de auxiliar na detecção, prevenção e reação a situações de emergência, ocorrências e manutenção da cidade”, explica ele.

Por fim, o coronel Oliveira destaca que essas novas tecnologias vão permitir que seja possível agir de forma mais proativa na prevenção e no combate à criminalidade. “Esse trabalho poderá ser feito com menos recursos humanos e materiais”, conclui o coronel. 

 

MEI 2020: Posso abrir mesmo com nome sujo?

           Sim! Mesmo com pendências no SPC/SERASA, pode-se abrir uma empresa MEI normalmente. De acordo com a Serasa Experian, o número de brasileiros com o nome sujo bateu um novo recorde em 2019, alcançando o número de 63,2 milhões, que representa 40,4% da população adulta do país. São pessoas que às dívidas em atraso levaram à negativação de seu CPF, e com isso, a concessão de crédito dificultada,  a conta bancaria impedida de ser movimentada com  bloqueio do cheque especial e  do cartão de credito. No entanto a saída para a recuperação financeira pode estar exatamente em começar vida nova, com CNPJ, Inscrição estadual ou municipal, e podendo comprar , vender , fabricar ou até  prestar serviço, emitindo nota fiscal  para os clientes. Mas só  abrir uma MEI não vai resolver o seu problema. É preciso agir para que as coisas mudem. Para que isso aconteça   faça 1º o planejamento financeiro. Procure o Simpi da sua cidade que terá a ajuda necessária para este  novo começo.

 

Prêmios por produtividade: muda a sistemática de pagamento

A Reforma Trabalhista de 2017 trouxe importante mudança na regra de pagamento de prêmios, ao estabelecer que esses valores não se enquadrariam como de natureza salarial e, dessa forma, haveria apenas tributação pelo Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Posteriormente, a Receita Federal do Brasil (RFB) se posicionou, dizendo que seria necessário justificativa para cada pagamento, comprovando que houve o desempenho extraordinário do empregado. De acordo com Piraci Oliveira, um dos especialistas jurídicos do SIMPI, a Medida Provisória (MP) nº 905/2019 mudou novamente esse regra. “Basta haver ajuste com o empregado individualmente ou até mesmo para um grupo, desde que limitado a 4 pagamentos ao ano, ou seja, no máximo um por trimestre”, conclui.

 

MPE’s inadimplentes notificadas pelo Fisco

Cerca de 738 mil micro e pequenas empresas inadimplentes com o SIMPLES Nacional começaram a receber notificações para regularizarem a situação. Segundo Marcos Tavares Leite, um dos especialistas jurídicos do SIMPI, as principais irregularidades apontadas pela Receita Federal do Brasil (RFB) são: falta de documentos, excesso de faturamento, débitos tributários, parcelamentos pendentes ou o exercício pela empresa de atividades não incluídas no sistema especial tributário simplificado. “Após o conhecimento do termo, o contribuinte tem até 30 dias para impugnar a notificação ou quitar seus débitos, sob pena de serem excluídas do sistema em 1º de janeiro de 2020”, diz ele, explicando que o devedor pode pagar a dívida à vista, abater parte dela com créditos tributários ou parcelar o que é devido em até 5 anos, com o pagamento de juros e multa.

 

Simpi/Datafolha: Satisfação de Micro e Pequenas Indústrias melhora em novembro

          O índice de satisfação das micro e pequenas indústrias (MPIs) atingiu 118 pontos em novembro, de acordo com o Indicador de Atividade da Micro e Pequena Indústria, encomendado pelo Sindicato da Micro e Pequena Indústria (Simpi) ao Instituto Datafolha. O índice é baseado na avaliação da empresa, faturamento e margem de lucro. A pesquisa mostrou que o faturamento está em 111 pontos (no mês anterior eram 101) e a margem de lucro está em 108 (de 98 pontos no mês anterior).A avaliação da empresa chegou a 134 pontos em novembro. “Tivemos uma melhora no índice de satisfação, mas este bom resultado não se refletiu nos demais indicadores, como o índice de investimentos, que teve uma queda, e o de capital de giro, que se manteve e repetiu o resultado do mês anterior, com 48% dos empresários afirmando ter exatamente o que precisavam de capital para o mês.  De acordo com a pesquisa, 54% das MPI’s considera que a crise econômica está mais fraca e afeta um pouco os negócios, mas acreditam que a economia deve voltar a crescer nos próximos meses. Ver pesquisa completa em: http://www.simpi.org.br/arquivos/2019_indicador_novembro_simpi.pdf

 

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões