Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Selo Inmetro: Economize R$ 8 mil na compra de veículo


Consumidores que pretendem comprar um veículo novo em 2013 devem ficar atentos a mais um item na hora da escolha do modelo: a etiqueta de eficiência energética. O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) testou 327 veículos de 25 montadoras, em 2013, e o resultado pesa no bolso. Em carros classificados como fora de estrada, a eficiência no uso de combustível entre um e Gente de Opiniãooutro modelo pode representar uma economia de mais de R$ 8 mil, em cinco anos.

Para chegar aos resultados da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (Ence), o Inmetro calculou a diferença dos gastos com combustível para percorrer um percurso diário de 40 quilômetros com os veículos mais e menos eficientes dentro de uma mesma categoria.

Um carro subcompacto, por exemplo, faz em média 12,3 km com um litro de gasolina, contra 9,2 km dos menos eficientes. Num percurso diário de 40 km, em um ano, a economia pode ultrapassar R$ 950, ao optar pelo veículo classe A. Em cinco anos, o valor é superior a R$ 4,7 mil, o que representa até 20% do valor do próprio veículo.

Como já ocorre nos refrigeradores, aparelhos de ar condicionado, fogões, televisores e outros produtos, os veículos recebem etiqueta com faixas coloridas de “A” (mais eficiente) até “E” (menos eficiente).

“Com a adesão de 25 fabricantes, 70% do volume de vendas no mercado nacional sairá da fábrica em 2013 etiquetado. O objetivo é estimular que o consumidor procure a etiqueta para comparar veículos de uma mesma categoria, auxiliando-o a tomar uma decisão de compra consciente”, explica o diretor de Qualidade do Inmetro, Alfredo Lobo.

A Ence classifica os modelos quanto à eficiência energética na sua categoria e traz outras informações, como a autonomia em km por litro de combustível na cidade e na estrada, e a emissão de CO2, um dos gases responsáveis pelo efeito estufa e uma das novidades do ciclo. Confira a tabela completa no site do Instituto.

“Houve uma melhora de 5% na média dos consumos dos veículos A categoria subcompactos em relação ao ciclo 2012 e de 1% dos veículos A compactos, ou seja, o maior volume de vendas no mercado nacional, reduzindo em média 4,2% a emissão de CO2 para atmosfera nestas duas categorias”, completa Lobo.

Fonte: Jacy Diello / Agência CNT de Notícias

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)