Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Rússia proíbe importações do MT e acende alerta a RO



Mais um sinal de alerta foi apontado para Rondônia com decisão da Rússia de proibir importações de carne, produtos e subprodutos de carnes de 89 empresas do Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Paraná. O núncio dos russos, que estão entre os principais importadores de proteínas do Brasil, foi feito na última quinta-feira (02 de junho) e deixa em alerta a indústria brasileira, da mesma forma que pecuaristas. O alerta feito a Rondônia é que a suspensão das importações foi feita em razão da alegação de que o produto brasileiro não atende ao padrão russo, o que demonstra a necessidade de manter os cuidados com o controle sanitário, além da atenção às industrias frigoríficas.

"Com a decisão, expressamos nossa desconfiança com relação aos serviços veterinários destes estados, que não puderam garantir o cumprimento dos requisitos", afirmou Alexei Alexeyenko, porta-voz do órgão para segurança alimentar na Rússia.

A inspeção realizada este ano no Brasil revelou várias deficiências no funcionamento dos serviços veterinários do país sul-americano, apontou o porta-voz em declarações à agência.

São 23 empresas do Mato Grosso (16 delas produtoras de carne bovina), 27 do Rio Grande do Sul (10 que produzem carne de frango) e 39 no Paraná (16 delas produtoras de carne de frango e 11 de carne suína).

Antes da proibição, havia 236 empresas brasileiras exportando carne à Rússia.

“Essencialmente, o embargo é um voto de não-confiança nos serviços veterinários destes estados, que não foram capazes de introduzir um sistema para atender os requerimentos da União Alfandegária”, disse Alexeyenko, de acordo com a agência. O porta-voz acrescentou que mais de 260 carregamentos de carne desses produtores continham parasitas e bactérias de diferentes tipos.

Em 2010, o produto brasileiro respondeu por 35%, ou 215 mil toneladas, das importações de carne suína da Rússia; 45%, ou 269 mil toneladas de carne bovina; e 19%, ou 121 mil toneladas, das de carne de frango, segundo os dados do Instituto de Marketing Agrícola de Rússia

Produtores pedem ação do governo

Os presidentes da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), Francisco Turra, e da Associação Brasileira das Empresas Produtoras e Exportadoras de Carne Suína (Abipecs), Pedro de Camargo Neto, solicitaram nesta quinta-feira (2) ao ministro da Agricultura, Wagner Rossi, medidas urgentes com relação à decisão do governo da Rússia.

Em nota, as entidades informaram que "foram informados que todo o staff do ministério será mobilizado para reverter a suspensão anunciada pelo Serviço Veterinário e Sanitário Russo".

Segundo a Ubabef, em 2010 foram exportadas 144,3 mil toneladas de carne de frango para a Rússia, com receita de US$ 249,5 milhões. Até abril deste ano, a Rússia importou 29,7 mil toneladas de frango brasileiro, com receita de US$ 53 milhões.


*Com informações da Reuters e da EFE
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)