Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Rebanho de búfalos foi o que mais cresceu no país em 2011


Vitor Abdala
Agência Brasil

Rio de Janeiro – O rebanho de búfalos foi o que teve o crescimento mais expressivo no país entre 2010 e 2011, com aumento de 7,8%. A Pesquisa de Produção Pecuária Municipal, divulgada hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registrou 1,78 milhão de bubalinos, dos quais 38% se encontram no estado do Pará. O Amapá, com 18,4% do rebanho nacional, e o Maranhão, com 6,5%, também concentram número significativo de búfalos.

“A gente verificou que está havendo uma preferência por esse rebanho por ele ser mais resistente e por estar havendo maior disseminação dessa carne e do próprio leite”, disse a analista da pesquisa, Adriana Santos.

O rebanho de bovinos aumentou 1,6% entre 2010 e 2011 no Brasil e chegou a 212,8 milhões de cabeças no ano passado. Os rebanhos cresceram nas regiões Nordeste (2,9%), Sudeste (2,8%) e Norte (2,7%). O ritmo de crescimento na Região Norte foi menor do que nos anos anteriores, segundo o IBGE, por causa do aumento da fiscalização contra o desmatamento, o que inibe a expansão de rebanhos.

Na Região Sul, o número de bovinos registrado pelo IBGE em 31 de dezembro de 2011 foi o mesmo de igual período do ano anterior. O mesmo ocorreu na Região Centro-Oeste, que manteve-se como detentora do maior rebanho do país, com 34,1% do total. A Região Norte, dona do segundo maior rebanho, concentrava 20,3% do total.

O estado de Mato Grosso tinha o maior efetivo de bois em 2011 (13,8%), boa parte concentrada no norte do estado (5,9% do total nacional). Em seguida, aparecem Minas Gerais (11,2%), Goiás (10,2%) e Mato Grosso do Sul (10,1%).

Entre os municípios, São Felix do Xingu, no Pará, continuou tendo o maior rebanho bovino do país, com 1% do total nacional. Corumbá e Ribas do Rio Pardo, em Mato Grosso do Sul, também continuaram ocupando as segunda e terceira posições. Altamira, no Pará, teve o maior avanço, ao passar da 28ª para a 12ª posição.

O rebanho suíno (porcos) chegou a 39,3 milhões de cabeças, o que representa aumento de 0,9% entre 2010 e 2011. Os três estados do Sul concentram 48,6% do rebanho do país, sendo Santa Catarina o estado com maior número de animais (20,3% do total).

O número de ovinos (ovelhas) teve aumento de 1,6%. O de coelhos criados no país também aumentou: 3,2%. O rebanho de caprinos (cabras) manteve estabilidade entre 2010 e 2011.

A pesquisa revelou, no entanto, que houve queda nos rebanhos de cavalos (-0,1%), jumentos, jegues, burros e mulas (-0,7%).
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)