Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Reassentados da UHE Jirau recebem capacitações


Os reassentados rurais e urbanos da Usina Hidrelétrica Jirau participaram de mais de 160 horas de capacitações em um ano. Os cursos são organizados pela Energia Sustentável do Brasil (ESBR) por meio do Programa de Remanejamento das Populações Atingidas da UHE Jirau e tem objetivo de aumentar as oportunidades de renda e emprego dos moradores da região. Os cursos são focados no empreendedorismo, novas oportunidades de negócio e melhoria dos serviços prestados.

Aos reassentados rurais foram realizados cursos voltados para produção de derivados do leite e de mandioca. E em junho aconteceu ainda capacitação de doces e geleias com carga horária de 40 horas. Estes cursos são feitos em parceira com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).

Já os cursos desenvolvidos aos reassentados urbanos foi direcionado ao ramo de panificação e confeitaria e teve início em março com curso de chocolate, pães e salgados. Nas próximas semanas deve ser realizado o de confeitaria e sorvetes. Os cursos têm parceira com a Casa do Padeiro.

De acordo com o coordenador de Meio Ambiente e Socioeconomia da ESBR, Marco Canedo, os cursos são contínuos e têm como finalidade, apresentar novas oportunidades. “Os cursos são desenvolvidos especificamente para aproveitar as potencialidades da região e da comunidade. Ajudam ainda na formação de empreendedores e no incremento da alimentação dos moradores. Nossa ideia é sempre desenvolver capacitações e projetos que possam agregar conhecimento e garantir cada vez mais uma melhor qualidade de vida aos reassentados”, afirmou.

Curso de salgados

Na entrega do certificado de conclusão do curso de salgados, no início do mês em Nova Mutum Paraná, a participante Josefa da Conceição, 59 anos, disse que os cursos recuperaram um grande sonho de montar um negócio. “Agora que aprendi a fazer diversas coisas, fico mais segura em conseguir montar a minha lanchonete e depois uma padaria”, afirma.

Para Conceição, os cursos vieram em uma boa hora e vão ajudar inclusive na alimentação de casa. “Estou muito feliz por participar destes cursos. Tenho aprendido muito e o retorno já acontece em casa mesmo, quando preparamos algo diferente para a família”, conta.

A moradora de Nova Mutum Paraná, Beatriz Cavalcante, diz que os cursos servem como um reforço em casa e nas comemorações da família. “Aprendi a fazer muita coisa boa que ajuda, complementa na renda de casa e também torna as festas bem melhores”, revela.

Na ocasião, 38 reassentados receberam certificado do curso de salgados. Durante cinco dias, os participantes aprenderam a produzir uma variedade de salgados e massas, como pizzas, pasteis, coxinhas, saltenhas, risoles, folheados e semi-folheados.

Fonte: Ascom

 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)