Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Queda nas vendas de veículos



Flávia Albuquerque
 Agência Brasil


São Paulo – A queda das vendas de automóveis em abril foi resultado das medidas macroprudenciais adotadas pelo governo, afirmou o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Cledorvino Belini. Segundo ele, o aumento dos juros reduziu o ritmo de crescimento do setor, que vinha sendo de quase 12% ao ano e neste ano tem crescimento abaixo de 5%.

De acordo com os dados divulgados hoje (6) pela Anfavea, as vendas registraram queda de 5,5% em abril, na comparação com março. No mês passado, foram vendidas 289,1 mil unidades e em março 306,1 mil. Na comparação entre abril deste ano e o mesmo mês do ano passado, quando foram vendidas 277,8 mil unidades, houve crescimento de 4,1%.

Belini disse que a entidade espera que os números sejam melhores em maio, mesmo considerando que o início do mês ainda esteja devagar e seja prematuro fazer previsão. “A inflação não vai atrapalhar. O consumidor olha a prestação e é isso que mede o crescimento do setor. As vendas a prazo caíram de 66% para 62% e isso mostra a necessidade do maior controle com a inflação”.

Os dados mostram ainda que as exportações tiveram elevação de 13,9% no mês de abril ante março, com a comercialização de 48.674 unidades no mercado externo, ante as 42.724 vendidas em março. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram comercializadas 32.299 unidades houve aumento de 50,7%.

Segundo a Anfavea, o emprego no setor teve aumento de 1% em abril com a contratação de 141.020 pessoas enquanto em março foram criados 139.617 novos postos de trabalho. Na comparação com o mesmo período do ano passado houve aumento de 9,5% nas contratações.

Belini disse que a entidade vai manter a previsão de 5% de crescimento para o setor neste ano e que pretende fazer uma revisão apenas no final do primeiro semestre.

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de