Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Queda dos juros favorece quem tem aplicação em renda fixa e na poupança


Agência O Globo SÃO PAULO -A decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de cortar os juros básicos em 0,5 ponto percentual, para 13,75% ao ano, interfere diretamente nas aplicações financeiras. Para o consumidor que tem dinheiro investido, a queda na taxa de juros também terá influência. Para o economista Mauro Giorgi, o corte vai beneficiar quem tem investimentos em renda fixa. - Como a taxa dessas aplicações é pré-fixada, o dinheiro renderá mais do que a Selic - diz. Este tipo de aplicação rendeu 1,28% em setembro, 10,41% no acumulado do ano e 16,99% nos últimos 12 meses. O mesmo quadro de vantagens ocorre com as ações, que flutuam conforme a bolsa de valores, e a poupança. - A correção é feita pela Taxa Referencial - lembra Giorgi. Em contrapartida, as aplicações em fundo DI (que acompanha a taxa Selic) não devem sofrer alterações com o corte nos juros. - Quem tem investimento aplicado em DI não terá rentabilidade extra como a renda fixa, mas o ganho será menor. Mas não é nada preocupante. A justificativa para o corte nos juros, anunciado na quarta-feira, é a tendência de queda da inflação e uma expectativa de crescimento menor que a esperada no início de 2006. Em setembro de 2005, a taxa básica de juros (Selic) era de 19,75%. Neste mês, iniciou-se um processo de queda da taxa. O mercado financeiro esperava uma inflação de 3%. Para 2007, a projeção está em 4,2%. A meta de inflação oficial para este ano é de 4,5%, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões