Porto Velho (RO) sábado, 24 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Produção industrial brasileira cresceu 0,6% de junho para julho


Agência O Globo RIO - A produção industrial brasileira cresceu 0,6% de junho para julho, descontadas as influências sazonais, informou nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a julho de 2005, o aumento foi de 3,2%. No acumulado do ano (janeiro-julho) em relação a igual período do ano anterior, houve crescimento de 2,7%. Nos últimos 12 meses, a alta é de 2,2%. Dos 23 ramos que têm séries ajustadas sazonalmente, 17 apresentaram crescimento entre junho e julho. Com o resultado de julho, a produção da indústria ficou 0,8% abaixo do nível recorde atingido em maio do ano passado passado. Entre os setores que influenciaram o crescimento estão a indústria extrativa (5,2%), refletindo o aumento em julho da extração de petróleo, após paralisação para manutenção em algumas plataformas ocorrida em junho, e a metalurgia básica (4,2%), que embora venha mostrando crescimento por cinco meses consecutivos, neste mês concentra o impacto da volta à plena operação de um grande forno siderúrgico.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões