Sábado, 2 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Presidenta Dilma Roussef elogia PIB de 7,5%



Yara Aquino
 Agência Brasil

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff elogiou hoje (3) o crescimento de 7,5% do Produto Interno Bruto (PIB) e afirmou que para os próximos anos espera taxas em torno de 4,5% a 5%, números considerados por ela razoáveis e sustentáveis.

“Os 7,5% acho que devemos saudar, agora, vamos sempre procurar uma taxa bastante razoável de crescimento, de 4,5% a 5% que seja sustentável e permanente. Obviamente esperamos que o mundo não crie turbulências ou marolas”, disse após receber o primeiro-ministro e ministro da Defesa do Timor Leste, Xanana Gusmão.

Para Dilma, a capacidade de crescimento do Brasil se explica pelos investimentos feitos. A presidenta também destacou a importância do controle da inflação para garantir o crescimento do país.

“Quando a gente investe se cria condições para que o país se expanda. Estamos fazendo agora uma consolidação fiscal, porque para nós o controle da inflação é umas das questões mais importantes. Não vamos deixar a inflação ficar fora de controle. Com um olho vamos olhar para a estabilidade e com o outro para a ampliação do investimento”.

Gente de OpiniãoSábado, 2 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Sábado, 2 de março de 2024 | Porto Velho (RO)