Sexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Prefeitura vai implantar três bancos do Povo em Porto Velho


Três postos do Banco do Povo serão implantados em Porto Velho. A confirmação foi feita esta semana pelo prefeito Roberto Sobrinho. Dois locais já estão definidos, um funcionará no Centro, no prédio Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sócio Econômico e Turismo (Semdestur), e outro na zona Leste, onde estava instalada a Casa Brasil. O terceiro posto será instalado na avenida Jatuarana, zona Sul, mas falta definir o local.

O programa será implantado em parceria com o Governo do Estado que disponibilizará os recursos para do posto bancário. A prefeitura entra com o apoio logístico cedendo o espaço e os equipamentos necessários ao funcionamento do banco, que será gerido pela Associação de Crédito Cidadão de Rondônia (Acrecid).

Nesta terça-feira, 06, a Semdestur encaminhou a documentação da entidade para a análise da Procuradoria Geral do Município (PGM). “A verificação é necessária para se saber se não há nenhum empecilho que impeça a associação de firmar convênio com o município”, explicou o secretário Agnaldo Nepomuceno, da Semdestur.

O Banco do Povo é um programa de geração de emprego e renda destinado a possibilitar o acesso ao crédito a pequenos empreendedores de baixa renda, que possuam habilidades e experiências de trabalho e que queiram iniciar ou ampliar seu próprio negócio.

Com a iniciativa, afirmou o secretário, o prefeito Roberto Sobrinho, busca democratizar o acesso ao crédito de pequenos empreendedores que objetivam produzir e crescer, apoiando suas habilidades e experiências de produção e serviços; incrementar a renda familiar; oferecer oportunidades reais de melhoria no trabalho e na renda para trazer mais desenvolvimento ao município; possibilitar o surgimento de novos micro empreendimentos e postos de trabalho; geração de empregos, renda e resgate à cidadania.

O empréstimo varia de acordo com o negócio da pessoa interessada em adquirir o empréstimo, sendo que o valor mínimo é de R$ 300 e o máximo de R$ 10 mil, com juros subsidiados (juros abaixo do mercado) e com menos burocracia. “As linhas de crédito ofertadas pelo Banco do povo são destinadas aos micros empreendedores, ou seja, aquelas pessoas que vivem dos seus pequenos negócios, como o feirante, o picolezeiro, o vendedor de churrasquinho, e até mesmo aquelas pessoas capacitadas pelos cursos profissionalizantes ofertados pela prefeitura, que não conseguem vaga no mercado de trabalho. Com o empréstimo elas podem incrementar esse negócio para aumentar o lucro”, afirmou o secretário.

Fonte: Joel Elias

 

Gente de OpiniãoSexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Sexta-feira, 1 de março de 2024 | Porto Velho (RO)