Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Portugal quer investimentos de empresas brasileiras


Luciana Lima
Agência Brasil

Brasília - O primeiro-ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho, disse que seu país quer atrair investimentos de empresas brasileiras. Ele se encontrou com a presidenta Dilma Rousseff hoje (27) no Palácio do Planalto. Após a reunião, ele disse que tem certeza que poderá contar com empresas brasileiras nesse momento de recuperação da economia de Portugal.

“Serão preparados projetos entre a América Latina e a África para investimentos conjuntos entre empresas brasileiras e portuguesas", disse o primeiro-ministro.

No encontro, os chefes de Estado conversaram sobre a importância estratégica de fortalecer as relações comerciais entre os dois países. "Durante o encontro eu disse à presidenta Dilma Rousseff que a relação entre Portugal e Brasil é movida por uma aliança estratégica. Entendemos ser importante estreitar ainda mais essa parceria no plano comercial, de investimentos, humano e científico", declarou Coelho.

O primeiro-ministro disse ainda que espera que a Europa participe da reunião da Cúpula do G20 com "otimismo" na busca de uma solução para a crise financeira. A reunião ocorre nos dias 3 e 4 de novembro, em Cannes, na França. Coelho disse que espera que haja um consenso na reunião dos líderes das principais economias do mundo. “Resta saber como o mercado irá acompanhar as decisões do G20”, ressalvou.
 

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de