Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Portos brasileiros precisam de até R$ 40 bilhões,


Foto: Júlio Fernandes/ Agência Full Time Gente de Opinião Presidente da EPL, Bernardo Figueiredo

Para que o país consiga atender à demanda de comércio interno e externo, o setor portuário deve receber, até 2030, investimentos na ordem de R$ 30 a R$ 40 bilhões. Essa é a estimativa do presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo. Para ele, só assim será possível tornar o país mais competitivo.

Durante o Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex), nesta quinta-feira (27), realizado no Rio de Janeiro (RJ), Figueiredo afirmou que o tão aguardado pacote do governo federal para portos e aeroportos deve sair nos “próximos dias”.

Os investimentos anunciados em agosto por Dilma Rousseff na malha ferroviária brasileira vão, segundo o presidente da EPL, impulsionar a necessidade de investimentos nos portos. Ele reforçou que a construção de uma rede ferroviária integrando complexos atualmente com pouco destaque de movimentação – como em Vila Conde (PA), Suape (PE) e Ilhéus (BA)- certamente irá modificar e ampliar a demanda nestas regiões.

Ainda de acordo com Figueiredo, o modelo de concessões de aeroportos ainda não foi definido, mas a aviação regional também consta no planejamento do governo.

O vice-presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT) e presidente da Federação Nacional das Agências de Navegação Marítima, Fluvial, Lacustre e de Tráfego Portuário (Fenavega), Meton Soares, acredita que o que já foi anunciado para as rodovias e ferrovias não é o suficiente. "Pelo menos será importante para darmos os primeiros passos. O que queremos é que esses recursos sejam aplicados de forma rápida. Temos na nossa porta eventos importantíssimos e o Brasil precisa de melhores rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, urgentemente".

Colaborou Rosalvo Streit​ /
Aerton Guimarães /Agência CNT de Notícias

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)