Sábado, 24 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Pesquisa da Fecomercio mostra que 46% dos brasileiros pagavam parcelamento no segundo trimestre


Vitor Abdala
Agência Brasil

Rio de Janeiro – Pesquisa nacional da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomercio-RJ) mostra que 46% dos brasileiros pagavam algum tipo de parcelamento no segundo trimestre deste ano. De acordo com o levantamento, feito em parceria com a Ipsos (consultoria internacional de mercados), esse é o maior percentual desde o início do levantamento, em 2009.

Entre os tipos de parcelamento, o mais comum (54%) é o de carnês, seguido por cartões de crédito (37%), empréstimos bancários (8%), empréstimos em financeiras (6%) e empréstimos habitacionais (4%).

Entre os motivos para o parcelamento, os mais citados são a compra de eletrodomésticos (26%), de artigos de vestuário (22%), de eletrônicos (17%) e de veículo (16%). A inadimplência atingiu 17% dos entrevistados.

Segundo a Fecomercio-RJ, os motivos para o grande percentual de brasileiros endividados estão um mercado de trabalho com carteira assinada aquecido e incentivos do governo com vistas a incentivar a economia por meio do consumo. A pesquisa ouviu mil pessoas em 70 cidades brasileiras.
 

Gente de OpiniãoSábado, 24 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Sábado, 24 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)