Porto Velho (RO) sábado, 30 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Para presidente do BC, queda na produção industrial é pontual


Aguinaldo Novo - Agência O Globo SÃO PAULO - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, minimizou hoje a queda de 1,4% da produção industrial em setembro, acima das estimativas do mercado. Para Meirelles, cujo trabalho no governo tem sido associado a uma política monetária restritiva, com efeitos negativos para o crescimento da economia, não se deve fazer avaliações apenas com base "em dados pontuais". - A produção industrial varia dependendo de uma série muito grande de fatores. Portanto, não podemos nos prender a dados pontuais. O importante é analisarmos a tendência, e a tendência geral do Brasil é de crescimento - afirmou ele, depois de participar de evento na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Em defesa da sua explicação, o presidente do BC citou o forte crescimento das vendas no varejo. - Se olharmos do lado da demanda agregada, vamos ver, por exemplo, que as vendas no varejo cresceram em agosto 6,3%, em comparação a agosto de 2005. Isso significa que a renda está crescendo, o salário está crescendo, a massa salarial, o emprego estão crescendo, e isso propicia todas as condições para que a produção aumente - disse Meirelles. Ele reafirmou a defesa da atual política monetária e da importância do BC se manter atento às metas de inflação. - O importante é que, independentemente dos desejos de que o Brasil cresça mais, o país tem e irá manter suas conquistas. O presidente (Lula) deixou isso muito claro. O Brasil tem um compromisso com a estabilidade visando, aí sim, criar as condições para que possa achar o caminho para o crescimento. E um compromisso com a estabilidade significa um BC comprometido com a meta (de inflação) - afirmou Meirelles. Meirelles não quis comentar a alta de 0,81% do IGP-DI em outubro, também acima das previsões dos analistas. Ele afirmou que "uma das boas normas de governança é não comentar índices pontuais de inflação".

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões