Porto Velho (RO) domingo, 20 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Para Meirelles, queda nos mercados internacionais está associada com aumento na aversão ao risco


Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, atribuiu a queda de hoje nos mercados acionários mundiais a " um aumento na aversão ao risco " . " É um aviso de que nós não podemos basear a política econômica em dados de euforia momentânea " , notou, acrescentando que se deve "fazer uma política que seja sustentável a médio prazo, com perspectivas duradouras". O comentário de Meirelles foi feito durante depoimento na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, depois de o senador Arthur Virgilio (PSDB-AM) informar sobre o forte recuo da bolsa da China, da Bovespa e do aumento do risco Brasil. "Não sabemos se é um fenômeno prolongado, se vai acabar no final do dia", afirmou o presidente do BC. "Essa é uma lembrança aos mercados de que os movimentos são nas duas direções", comentou brevemente Meirelles, em referência aos ganhos e perdas nos segmentos financeiros. "Se apostas existem, elas podem estar erradas." Nesta terça-feira, a Bolsa de Xangai encerrou com forte perda, de quase 9%, afetada por vários rumores negativos. Essa baixa respingou nas praças européias, em Wall Street e no mercado brasileiro. (Azelma Rodrigues | Valor Online)

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões