Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

PAC 2:Investimentos de R$ 3,8 bilhões em obras portuárias


 
Nielmar de Oliveira
Agência Brasil

Rio de Janeiro - O ministro da Secretaria dos Portos da Presidência da República, Leônidas Cristino, disse hoje (3) que o governo federal vai investir R$ 3,8 bilhões em obras de melhoria da infraestrutura portuária do país nos próximos anos.

Segundo o ministro, os recursos fazem parte dos investimentos que o governo federal vai destinar às obras do Plano de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2). “Nestes últimos anos o governo já vem avançando muito na melhoria dos acessos aquaviários do país. São obras de dragagem para aprofundamento e alargamento dos canais acesso, de recuperação dos berços dos cais existentes pelo país inteiro”.

O ministro lembrou ao obras obras nos portos do Rio de Janeiro. “Tem o PAC da Copa, onde o governo federal vai aplicar somente no porto do Rio de Janeiro algo em torno de R$ 300 milhões, em um primeiro momento. O processo licitatório já está na praça e ainda este ano, no mais tardar no começo do ano que vem, nós deveremos estar dando início às obras licitadas para melhorar a infraestrura para a Copa do Mundo de 2014".

Paralelamente às obras do Porto do Rio, o ministro disse que o governo federal vai trabalhar também na melhoria da infraestrutura de outros portos.

“Vamos continuar a investir no Porto de Santos, onde os projetos já estão em execução, no Pará, em Pernambuco. Enfim, nós vamos trabalhar cada vez mais para viabilizar todos os portos brasileiros e em particular os dois principais que são o de Santos (SP) e o do Rio de Janeiro”.

As declarações de Cristino foram dadas no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governo do Rio, após visita ao governador do estado, Sergio Cabral.
 

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)