Porto Velho (RO) sábado, 24 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

&P: baixo crescimento e alto endividamento externo impedem melhora de nota brasileira


Patricia Eloy - Agência O GloboRIO - O alto endividamento externo e baixa perspectiva de crescimento em relação a outras economias emergentes ainda são importantes barreiras para a elevação da nota de crédito do Brasil. Essa é a avaliação da analista Lisa Schineller, da agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P), que elevou hoje a perspectiva para a nota de crédito de longo prazo do Brasil, que subiu de estável para positiva. Isso significa que a nota brasileira pode ser elevada a curto prazo. Em relatório em inglês publicado ainda há pouco, ela destaca que o endividamento líquido do país chega hoje a 49% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas do país), que está em lenta queda e muito acima da média dos emergentes."Um compromisso cada vez maior com a melhora das fragilidades fiscais é crucial para acelerar o ritmo de queda do nível de endividamento do país, consolidar os benefícios de uma taxa de juros nominal e real mais baixa, que ainda estão em níveis extremamente elevados, e alongar o vencimento e o prazo médio (de 45 e 16 meses, respectivamente) dos títulos da dívida em moeda local", escreve Schineller.A analista destaca, no entanto, que a vulnerabilidade externa do país, embora ainda em níveis elevados, caiu significativamente nos últimos anos. Ela explica que, para a S&P, existem ainda vários entraves econômicos e institucionais no Brasil, que limitam investimentos e perspectivas de crescimento. Entre eles está o complexo e distorcido regime tributário", um mercado de capitais ainda restrito, a rigidez no mercado de trabalho formal, as necessidades de investimento em infra-estrutura e o chamado "custo Brasil", que é caracterizado por "custos burocráticos elevados associados ao ambiente de negócios".

Mais Sobre Economia - Nacional

MP da Liberdade Econômica: entenda as principais mudanças

MP da Liberdade Econômica: entenda as principais mudanças

Aprovada na quarta-feira (21) à noite pelo Senado, a Medida Provisória (MP) da Liberdade Econômica pretende, segundo o governo, diminuir a burocracia

Caixa Econômica anuncia financiamento habitacional corrigido pelo IPCA

Caixa Econômica anuncia financiamento habitacional corrigido pelo IPCA

O governo federal anunciou hoje (20), em evento no Palácio do Planalto, o lançamento de uma nova linha de financiamento habitacional na Caixa Econômic

A hora e a vez da Reforma Tributária + “Virada de mesa” em tempos de crise +Negócios com stress, como lidar?

A hora e a vez da Reforma Tributária + “Virada de mesa” em tempos de crise +Negócios com stress, como lidar?

*A hora e a vez da Reforma Tributária* Após aprovação da Reforma da Previdência Social em primeiro e segundo turnos na Câmara dos Deputados - o texto

Dez estados têm aval da União para empréstimos, Rondônia está fora

Dez estados têm aval da União para empréstimos, Rondônia está fora

A Secretaria do Tesouro Nacional informou que apenas 10 estados da federação podem contrair empréstimos com a garantia da União. O número caiu em rela