Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Obama fala esforços para acabar com barreiras comerciais



 Renata Giraldi*
Agência Brasil


Brasília – Cobrado ontem (19) pela presidenta Dilma Rousseff para suspender as barreiras comerciais impostas aos produtos brasileiros, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu hoje (20) rever a situação. Em discurso no Theatro Municipal, Obama disse que há esforços para acabar com as barreiras. “Estamos tentando derrubar as barreiras comerciais”, afirmou.

O Brasil e os Estados Unidos travam várias disputas comerciais em decorrência das barreiras impostas pelo governo norte-americano a vários produtos nacionais. Os mais atingidos pelas tarifas são o suco de laranja, aço e algodão, além de restrições que pesam sobre o etanol brasileiro.

Ontem, Dilma apelou para a "franqueza" que visa a construir uma relação de maior profundidade" entre o Brasil e os Estados Unidos, e pediu a Obama o fim das barreiras comerciais. Em pronunciamento, no Palácio do Planalto, ela defendeu o equilíbrio das relações comerciais numa referência ao déficit que há na balança brasileira em relação ao intercâmbio comercial com os EUA.

De 2000 a 2010, a balança comercial entre o Brasil e os Estados Unidos passou de um superávit em favor do Brasil de US$ 290 milhões para um déficit de mais de US$ 7,7 bilhões, de acordo com dados consolidados no ano passado pela área econômica. No discurso de hoje, Obama não mencionou detalhes sobre os esforços feitos para resolver a questão e nem citou o problema do déficit.

Para uma plateia de cerca de 2,5 mil pessoas, o norte-americano elogiou a presidenta Dilma Rousseff. Lembrou que ela é filha de imigrantes, de pai búlgaro com mãe brasileira, e destacou sua competência. Para Obama, este é um exemplo de alguém que tem o perfil para defender os direitos humanos e a democracia, pois viveu também as agruras da ditadura ao ser torturada.

“A filha de um imigrante sabe o que é viver sem os direitos humanos mais básicos, ela [Dilma] sabe o que é superar. Esta mulher é a presidente de todos aqui, é Dilma Rousseff. Nossas nações têm muitos desafios pela frente”, afirmou.

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)