Porto Velho (RO) terça-feira, 21 de maio de 2019
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Número de novos nomes incluídos no SPC quase dobrou em um ano


Maria Fernanda Blaser - Agência O GloboSÃO PAULO - O volume de consumidores brasileiros que ingressaram na lista de pessoas 'nome sujo' cresceu 90% em julho na comparação com mesmo mês de 2005. Dados do Serviço de Proteção ao Crédito Brasil (SPC) também indicam que nos sete primeiros meses deste ano o número de devedores subiu pelo menos 34,73% em relação ao mesmo período do ano passado. N a comparação com junho deste ano, o volume de registros de inadimplência que ingressaram na base de dados do SPC Brasil cresceu 41,65%. A pesquisa da Serasa, divulgada na véspera, também apontou alta da inadimplência.Para o presidente do SPC Brasil, Arkem de Carvalho Novaes, a subida na inadimplência é resultado do alongamento nos prazos feitos pelas lojas.- Durante todo o ano, o endividamento e o aumento de consumidores com o nome sujo está crescendo. Isso porque, além de comprometerem a renda com empréstimos consignados, eles também compram parcelado. E as lojas passaram a parcelar em mais de 12 vezes.Ele destaca que há consumidores endividados desde o Natal.- Essas pessoas também compraram no Dia das Mães e no Dia dos Namorados - acrescentou.Em julho, o volume de consumidores restritos cresceu 41,65% em em relação a junho.- O número de exclusões também subiu em relação ao ano passado, o que mostra que existe um número maior de pessoas comprando - diz.No entanto, para Novaes, essa massa de trabalhadores que passou a consumir está comprando de forma descontrolada.- Por isso, a inadimplência subiu de maneira assombrosa. O nível é muito além do esperado - completa.Este ano, a inadimplência já havia dado um salto em fevereiro, quando o volume de registros no SPC superou em 59m,56% as inclusões de fevereiro de 2005. O fato de 2006 ser um ano eleitoral já sinalizava a possibilidade de maior disponibilização de recursos ao mercado Novaes comenta que os níveis de inadimplência devem cair a partir de outubro.-Isso porque os trabalhadores começam a receber o 13º salário e as lojas iniciam campanhas de renegociação. O objetivo é deixar o consumidor com nome limpo para as compras de Natal.

Mais Sobre Economia - Nacional

NOTA DA CAIXA: Como Funcionam os Sorteios das Loterias Federais

NOTA DA CAIXA: Como Funcionam os Sorteios das Loterias Federais

A CAIXA reforça a responsabilidade, segurança e transparência com que vem administrando as Loterias Federais do Brasil há 58 anos, tendo por objetivo

Mega-Sena: Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 275 mi

Mega-Sena: Ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 275 mi

A Mega-Sena acumulou pela 14ª vez consecutiva, nesta quarta-feira (8), no concurso 2.149. O prêmio estimado para o próximo concurso é de R$ 275 milhõe

MEI veja como conseguir cartão de crédito para sua empresa - Decisão do TST libera empregados de bater cartão

MEI veja como conseguir cartão de crédito para sua empresa - Decisão do TST libera empregados de bater cartão

*SIMPI será homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo* Na noite do próximo dia 13 de maio, em Sessão Solene, a Câmara Municipal de São Paulo irá

Governo Federal autoriza contratação de 234 mil temporários para Censo 2020

Governo Federal autoriza contratação de 234 mil temporários para Censo 2020

O Ministério da Economia autorizou a contratação temporária de até 234,4 mil profissionais para atuarem no Censo 2020, realizado pelo Instituto Brasil