Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Número de novos nomes incluídos no SPC quase dobrou em um ano


Maria Fernanda Blaser - Agência O GloboSÃO PAULO - O volume de consumidores brasileiros que ingressaram na lista de pessoas 'nome sujo' cresceu 90% em julho na comparação com mesmo mês de 2005. Dados do Serviço de Proteção ao Crédito Brasil (SPC) também indicam que nos sete primeiros meses deste ano o número de devedores subiu pelo menos 34,73% em relação ao mesmo período do ano passado. N a comparação com junho deste ano, o volume de registros de inadimplência que ingressaram na base de dados do SPC Brasil cresceu 41,65%. A pesquisa da Serasa, divulgada na véspera, também apontou alta da inadimplência.Para o presidente do SPC Brasil, Arkem de Carvalho Novaes, a subida na inadimplência é resultado do alongamento nos prazos feitos pelas lojas.- Durante todo o ano, o endividamento e o aumento de consumidores com o nome sujo está crescendo. Isso porque, além de comprometerem a renda com empréstimos consignados, eles também compram parcelado. E as lojas passaram a parcelar em mais de 12 vezes.Ele destaca que há consumidores endividados desde o Natal.- Essas pessoas também compraram no Dia das Mães e no Dia dos Namorados - acrescentou.Em julho, o volume de consumidores restritos cresceu 41,65% em em relação a junho.- O número de exclusões também subiu em relação ao ano passado, o que mostra que existe um número maior de pessoas comprando - diz.No entanto, para Novaes, essa massa de trabalhadores que passou a consumir está comprando de forma descontrolada.- Por isso, a inadimplência subiu de maneira assombrosa. O nível é muito além do esperado - completa.Este ano, a inadimplência já havia dado um salto em fevereiro, quando o volume de registros no SPC superou em 59m,56% as inclusões de fevereiro de 2005. O fato de 2006 ser um ano eleitoral já sinalizava a possibilidade de maior disponibilização de recursos ao mercado Novaes comenta que os níveis de inadimplência devem cair a partir de outubro.-Isso porque os trabalhadores começam a receber o 13º salário e as lojas iniciam campanhas de renegociação. O objetivo é deixar o consumidor com nome limpo para as compras de Natal.

Mais Sobre Economia - Nacional

Rondônia: Dirigentes de unidades do Sebrae da Região Norte discutem estratégias

Rondônia: Dirigentes de unidades do Sebrae da Região Norte discutem estratégias

Nova realidade financeira do sistema foi tema abordadoOs dirigentes das Unidades do Sebrae da Região Amazônica estiveram reunidos em Cuiabá na ultima

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?* - *SIMPI  facilita cadastramento na SUFRAMA*

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?* - *SIMPI facilita cadastramento na SUFRAMA*

*Diminuir impostos aumenta a arrecadação. Acredita?*            No final de 2018, o governo estadual publicou relatório esclarecedor das contas do est

Restituição: Receita abre consulta do Imposto de Renda de 2008 a 2018

Restituição: Receita abre consulta do Imposto de Renda de 2008 a 2018

A Receita liberou hoje (14) a consulta ao lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física ,contemplando as restituições r

Brasil pode se tornar o maior produtor de biodiesel no mundo

Brasil pode se tornar o maior produtor de biodiesel no mundo

Uso de antioxidante evita perdas no processo produtivoO Brasil abre oportunidades de crescimento no biodiesel e pode se transformar em um dos maiores