Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Mursi chama brasileiros para investir no Egito


Renata Giraldi
 Agência Brasil

Brasília – O presidente do Egito, Mouhamed Mursi, reiterou hoje (8) que pretende aproveitar a experiência brasileira no combate à pobreza e erradicação da fome, assim como na consolidação da democracia. Segundo ele, é importante também incrementar o comércio bilateral, por isso apelou para que o governo e os empresários brasileiros passem a investir mais no Egito.

“Há áreas que nos interessa mais, como a erradicação da pobreza, desenvolvimento social e na democratização, queremos aproveitar essa experiência brasileira”, ressaltou o presidente. “Fiquei feliz de observar a vontade de o Brasil querer ajudar. O Brasil já fez e está fazendo isso que é nos respeitar.”

Mursi ratificou que o processo político no Egito é de democratização e chamou o movimento que derrubou o então presidente Hosni Mubarak, em fevereiro de 2011, de “revolução”. “A revolução trouxe consigo muitas esperanças e de abertura e reações com vários países, principalmente com os países amigos. Buscamos construir uma verdadeira cooperação”, disse ele.

É a primeira visita de um presidente do Egito ao Brasil. Mursi e a presidenta Dilma Rousseff acertaram parcerias nas áreas de saúde, educação, meio ambiente, agricultura e de cooperação técnica. Mas a ideia é incentivar os investimentos empresariais no Egito. Segundo integrantes do governo, há interesse dos empresários em investir em obras de infraestrutura de energia e transportes.

De 2002 a 2012, o volume de comércio entre Brasil e Egito cresceu sete vezes, evoluindo de US$ 410 milhões para US$ 2,96 bilhões. Nos últimos dois anos, o fluxo comercial bilateral cresceu 38% (2011-2012).
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)