Porto Velho (RO) quinta-feira, 29 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

MP3 e câmera digital devem dominar vendas de Natal


Os eletroeletrônicos pequenos devem fazer sucesso nas vendas de Natal deste ano, de acordo com a Folha Online. Os aparelhos de MP3 player e câmeras fotográficas digitais devem figurar entre os presentes mais procurados pelos consumidores.

A diretora de assuntos econômicos da Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo), Fernanda Della Rosa, disse que os eletroeletrônicos agradam a consumidores de várias faixas etárias e, por isso, devem ser muito procurados no Natal.

O celular, que dominou as vendas até 2005, já não deve fazer tanto sucesso. Os computadores também podem aumentar as vendas, mas não será acessível para todas as faixas de renda, apesar dos descontos e das facilidades de financiamento.
O comércio em geral espera crescimento de 3,4% no ano. em 2005, a alta ficou 2,8% em relação a 2004

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões