Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Microcrédito com juros micro e de forma fácil


O Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias do Estado de Rondônia-SIMPI/RO, por meio do seu Centro Avançado de Negócios Telecentro, mantem uma serie de serviços para os micros e pequenos empreendedores entre os quais a abertura da empresa , apoio a compras governamentais para as MPEs, Inclusão digital, Programa de Gestão Empresarial-SIGE, apoio nas ações de comercio internacional e de mídia, complementa, agora o seu leque de opções com apoio financeiro aos micros e pequenos graças a uma parceria que envolve a ATN - Associação de Telecentro e Negócios, dirigida pelo presidente Dr. José Avando, o Grupo Telecom Service Sistemas de Rede – projeto coordenador pelo Sr. Thomaz Manso, com recursos do Banco do Brasil, e participação da FEEMPI - Federação da Micro e Pequena Empresa do Estado de Rondoniae do SIMPI - Sindicato da Micro e Pequena Industria do Estado de Rondônia que foi escolhido como projeto piloto do Projeto Nacional de Microcrédito, para funcionamento nos telecentros de negócios. Rondônia, portanto, tem o privilégio de ser o primeiro estado a contar com esta facilidade.

Atendimento completo

Com a introdução do microcrédito, quando o empreendedor vai ao SIMPI, pode abrir sua empresa, fazer solicitação de inscrição estadual para fins de nota fiscal, fazer a abertura de conta corrente, cartão de credito empresarial , solicitar máquina de cartão de crédito para venda, apoio ao marketing da empresa (Gente de Negócios ), apoio a comercialização dos produtos, cursos presencias com "fazendo livro Caixa" e "Informatizando sua empresa - SIGE" . E agora, acesso recurso para alavancar seu negócio, via microcrédito. O Projeto Nacional de Microcrédito é uma linha de crédito para capital de giro e/ou investimento fixo, destinado a empreendedores formais e informais, que busca incentivar as atividades produtivas e a geração de emprego e renda, com acompanhamento e orientação aos tomadores.

Prazo: Em até 12 meses pessoa física e 18 meses pessoa jurídica

Limite: Definido a partir do resultado da avaliação de risco de crédito, com valor mínimo de R$ 150,00 e máximo de até R$ 15.000,00.

Forma de Pagamento

O pagamento é efetuado em prestações mensais e sucessivas efetivado por meio de boleto bancário ou débito em conta corrente do empreendedor.

Modelo Direto:

• Juros: 0,64 % ao mês.
• Sem necessidade de garantia real
• IOF: Alíquota zero.

Fonte: Simpi-RO
 

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de