Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Micro empreendedores e individuais já tem novo licenciamento ambiental na capital


Já está valendo a mudança na regra do licenciamento ambiental para os micro empreendedores individuais e micros empreendedores de Porto Velho, que trabalham com atividades potencialmente poluídoras. Por meio do Decreto 12.162, de 09 de junho de 2011, o prefeito Roberto Sobrinho reduziu em cerca de 90% os encargos para o licenciamento ambiental no município. Micro empreendedores e individuais já tem  novo licenciamento ambiental na capital - Gente de Opinião

O primeiro a ser beneficiado com a medida, foi o micro empreendedor individual, José Augusto Lins da Silva, que trabalha no ramo da serralheria com um empreendimento localizado no bairro Embratel. José Augusto recebeu das mãos do próprio prefeito a Certidão de Viabilidade Ambiental e a Licença de Liberação do Empreendimento.

A solenidade foi realizada no gabinete do prefeito, com a presença do secretário José Gadelha, da secretaria municipal de Meio Ambiente (Sema); do diretor-superintendente do Sebrae/RO, Pedro Teixeira Chaves; dos vereadores Marcelo Reis (PV), da Frente Parlamentar das Micros e Pequenas Empresas; Jurandir Bengala (PT), Cláudio Carvalho (PT) e da representante do Sindicato das Micros e Pequenas Empresas de Rondônia (Simp).

Benefício

Pela regra que valia antes do decreto, o micro empreendedor individual e o micro empreendedor, para obterem a licença, pagavam R$ 2,15 mil. Com a alteração o micro empreendedor individual passa a pagar R$ 51,00 enquanto o micro empreendedor, R$ 358,00. “O que estamos fazendo com essa medida é criar condições para que esses empreendedores possam se regularizar diminuindo consideravelmente o valor das taxas que eles tinham de pagar para poder ter em mãos a licença ambiental. E ganha não só os pequenos comerciantes. A prefeitura também ganha, pois aumentará sua arrecadação com os micros empreendedores individuais e micros empreendedores vindo à formalidade”, avaliou o prefeito.

O secretário municipal do meio ambiente, José Gadelha, explicou que antes existiam apenas três categorias de empreendedores: o pequeno, o médio e o grande e os micro empreendedores individuais e os micro empreendedores eram incluídos entre os pequenos e na maioria das vezes, não tinham como arcar com o custo do licenciamento. “Para resolver esse problema, que aliás, era motivo de grande reclamação, incluímos mais duas categorias, a dos micros empreendedores individuais e dos micros empreendedores, que passaram a ter um tratamento diferenciado, já que o porte de seus empreendimentos era menor”, lembrou.

Na solenidade o secretário leu uma carta endereçada à Sema por José Augusto Lins, onde ele reclamava da dificuldade para poder legalizar seu negócio. Ao receber a documentação, o micro empreendedor individual parabenizou e agradeceu ao prefeito Roberto Sobrinho e a equipe do secretário Gadelha pela iniciativa. “Se fosse mantida a norma anterior, eu não teria como me licenciar, porque não sei de onde tirar quase três mil reais. Mas, felizmente, o prefeito baixou esse decreto e consegui minha licença pagando pouco mais de cinquenta e um reais”, disse satisfeito.

Fonte: Joel Elias
Foto: Frank Néry

 

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de