Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Mercado reduz mais uma vez projeções para inflação e PIB em 2006


Agência O GloboSÃO PAULO - O mercado reduziu mais uma vez as projeções para a inflação e para a taxa de crescimento da economia brasileira este ano, segundo o relatório Focus do Banco Central divulgado nesta segunda-feira.O mercado estima que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro crescerá 3,09% em 2006, um pouco abaixo dos 3,11% estimados na semana anterior.Para 2007, o levantamento do BC mostra que os analistas continuam apostando que a economia do país crescerá 3,50%.Em relação à inflação, as instituições consultadas pelo BC reduziram para 3,03% a estimativa para a variação que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve registrar este ano. Essa estimativa está abaixo dos 3,23% estimados no levantamento anterior. Nesta segunda-feira, o IPCA-15 mostrou uma inflação mais fraca.Para os juros, o mercado aposta que a Selic fechará o ano de 2006 em 13,50%, abaixo dos 13,75% estimados anteriormente. Para o fechamento de 2007, a estimativa para o patamar da Selic foi mantida em 12,50%.O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) recuou na terceira leitura de setembro.Na semana passada, a bolsa acumulou perda de 3,79% e o dólar ficou 2,68% mais caro.

Mais Sobre Economia - Nacional

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirma, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que a estritura tributárias do país sofre com muita

Tabelar frete é ilegal, diz Cade

Tabelar frete é ilegal, diz Cade

O caos do Pedro Parente aliado ao caos gerencial do governo continua a deixar um rastro de desorganização generalizada na logística de transportes e n

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e

Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017

Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017

Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos por 20 anos, o governo teria melhores condições de sanear as contas p