Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Mantega: 'Lula já está satisfeito com as medidas do plano para o crescimento'


Agência O Globo BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira que as medidas de desoneração do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) - que será lançado na próxima segunda-feira - vão beneficiar todos os setores da economia indistintamente. Entre elas estarão a ampliação do prazo de recolhimento de PIS/Cofins e da contribuição ao INSS e a redução do prazo para o aproveitamento de créditos.- Haverá medidas que vão desonerar todo o parque produtivo, medidas horizontais que beneficiam todos os setores indistintamente. E principalmente os investimentos de todos os setores - disse ele.O PAC vai prever metas nas áreas de saneamento, habitação e transporte urbano, para serem cumpridas no segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o ministro das Cidades, Márcio Fortes de Almeida, para melhorar a oferta de água, esgoto e coleta de lixo e reduzir os déficits em habitação - atualmente em 7,9 milhões de moradias - e de transporte no período de 2007 a 2010, haverá reforço no Orçamento dessas áreas.Caberá ao presidente Lula dar a palavra final sobre os objetivos a serem atingidos.- Não são metas só do governo: são do presidente da República. Ele tem especial empenho em resolver essas questões - disse o ministro.No campo da desoneração de impostos de setores específicos, o ministro Mantega disse que o setor da construção civil, que tem grande capacidade de geração de empregos e de fazer investimentos, poderá, por exemplo, permanecer no regime cumulativo de PIS/Cofins, que é mais vantajoso para o segmento.Mantega disse ainda que o novo plano inclui a modernização da Eletrobrás e o aumento do capital da Caixa Econômica Federal, para que ela possa emprestar mais recursos no mercado. Já no caso da Eletrobrás, o plano prevê a oferta de ações da empresa no mercado e a possibilidade de que ela passe a captar recursos no mercado externo.- Existe essa disposição do governo de modernizar a Eletrobrás, melhorar a governança corporativa dela e transformá-la numa empresa semelhante à Petrobras, de modo a que ela possa ofertar mais ações no mercado, de modo que ela possa ter uma participação mais robusta no setor elétrico - disse Mantega.O ministro disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva - que pediu ousadia à equipe econômica no início do estudo das medidas do PAC - está agora satisfeito com as ações:- Ele está satisfeito com as medidas. Ele já estava satisfeito antes de terminar o ano.Após a divulgação do PAC, Mantega fará um road show para apresentá-lo a investidores.O trabalho começará no Fórum Econômico Mundial de Davos, na próxima semana. De lá, Mantega seguirá para Londres, onde também se encontrará com o ministro das Finanças inglês, Gordon Brown. Também está nos planos do ministro uma rodada de conversas com investidores nos Estados Unidos, mas essa viagem ainda não tem data marcada.

Mais Sobre Economia - Nacional

Pagamento dos servidores estaduais é antecipado e injetará R$ 185 milhões na economia de Rondônia

Pagamento dos servidores estaduais é antecipado e injetará R$ 185 milhões na economia de Rondônia

O pagamento dos servidores estaduais programado para o próximo dia 28 será antecipado para este sábado (18). Segundo a Secretaria de Finanças (Sefin),

Inflação do aluguel avança e atinge 0,67% na segunda prévia de agosto

Inflação do aluguel avança e atinge 0,67% na segunda prévia de agosto

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado para reajustar aluguéis, avançou 0,14 ponto percentual na segunda prévia de agosto e fechou em 0,67%.

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

o socorro financeiro do governo federal ao pagamento de dívidas de estados e municípios com a União vai gerar um impacto de R$ 90,3 bilhões nas contas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

A EXPECTATIVA PARA AS VENDAS DE RONDÔNIA SÃO MELHROES QUE A MÉDIA NACIONALA Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo-CNC estima q