Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Mantega garante que PAC não afetou esforço fiscal


Agência O Globo BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira, durante o balanço dos primeiros três meses do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que o objetivo do programa tem sido cumprido e que seus meses iniciais foram positivos. O ministro garantiu que o esforço fiscal do governo não foi alterado após os investimentos feitos pelo programa. - Todo esse aumento de investimentos é compatível com o equilíbrio fiscal, que será, no final, ainda melhor - disse Mantega. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, comemorou também o "comprometimento do Congresso Nacional com o PAC". Ele ressaltou que a Câmara já aprovou todas as nove medidas provisórias do programa, além de um projeto de lei que altera a Lei de Licitações.

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de