Sábado, 2 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Mantega: Economia deve acelerar-se no segundo semestre



Pedro Peduzzi e Daniel Lima
 Agência Brasil

Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, estima que a economia deverá acelerar-se no segundo semestre e que o país continuará estimulando investimentos como forma de combate à inflação. A afirmação foi feita hoje (3) durante entrevista coletiva, na qual ele analisou o crescimento do Produto Interno Brasileiro (PIB), divulgado hoje (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). Segundo o ministro, a economia deve crescer de 4,5% a 5% este ano.

“Investimento não pressiona inflação. Pelo contrário, alivia na medida em que significa maior oferta de produtos e de produtividade”, disse Mantega. Segundo ele, a inflação está sob controle, o governo está tomando medidas e já reduziu a demanda de consumo.

“O problema maior é do lado do consumo, e não do lado do investimento”, afirmou. “Portanto continuaremos promovendo investimento no país”, reforçou, em entrevista coletiva para comentar a expansão do Produto Interno Produto (PIB) em 2010.

Mantega lembrou que, no ano passado, todos países tiveram uma inflação maior, e que o Brasil também foi influenciado. Além disso, disse o ministro, “há fatores sazonais influenciando a inflação neste período do ano, como [despesas com] transporte e educação. Nós, além da inflação de commodities de alimentos, tivemos também o aquecimento do setor de serviços. Mas, com o desaquecimento da economia [previsto para o primeiro semestre], o de serviços também vai desacelerar”, acrescentou.

“A boa notícia é que a inflação já está desacelerando. Olhem os índices. Eles mostram com clareza que em fevereiro a inflação de alimentos caiu fortemente. E também as de transporte e de educação, porque as mensalidades aumentam no começo do ano e depois ficam estabilizadas.”

Gente de OpiniãoSábado, 2 de março de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Sábado, 2 de março de 2024 | Porto Velho (RO)