Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Mais de 81% da arrecadação tributária se concentram no Sudeste e no Sul


Aguinaldo Novo - Agência O Globo SÃO PAULO - Estudo divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) mostra que os Estados do Sul e Sudeste, que abrigam 57,25% da população do país, têm uma participação de 81,48% na arrecadação total de tributos federais. Assim, os 42,75% dos brasileiros que moram em outras regiões contribuem com 18,52% da arrecadação. Individualmente, São Paulo (21,96% da população do país) e Rio (8,35%) têm a maior participação nos impostos federais - 40,85% e 22,48%, respectivamente. O que à primeira vista sugere um sistema justo - as regiões mais ricas e industrializadas financiando a redução das desigualdades sociais no país - esconde uma armadilha no caso dos contribuintes de menor poder aquisitivo. É que o sistema tributário brasileiro morde mais no consumo do que na renda e no patrimônio. A carga sobre o patrimônio é de 3% da renda bruta das famílias; sobre a renda chega a 15% e sobre o consumo avança para 22%. Como comparação, nos EUA os tributos sobre consumo equivalem a 12%, contra 10% e 25% para patrimônio e renda. - Carga tributária sobre consumo é regressiva, isto é, pesa mais no bolso de quem ganha menos. Desta forma, temos o pobre das regiões Sul e Sudeste financiando o rico de outras regiões - disse o presidente do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral. O estudo dados e estimativas do IBGE e da Receita Federal até 2005, para a arrecadação de tributos federais como Imposto de Renda, IPI, CPMF, PIS/Cofins e IOF.

Mais Sobre Economia - Nacional

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is