Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Lula afirma que crise financeira ainda não afetou empresários brasileiros



Vinicius Konchinski
Agência Brasil

São Paulo - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (19) que a crise financeira internacional ainda não surtiu efeitos na economia nacional. "Duvido que alguém já tenha sentido essa crise na empresa que trabalha, pelo contrário", afirmou Lula, em comício eleitoral em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo.

"Estamos com problemas no prazo de entrega de carros, com problema no prazo de entrega de caminhões", disse em referência à atividade industrial.

Ainda segundo o presidente, nem o governo nem as principais empresas brasileiras modificaram seus planos de investimento devido aos desdobramentos da turbulência da economia dos Estados Unidos e da Europa.

"O presidente da Vale [Roger Agnelli] afirmou que não vai parar um investimento programado para o Brasil; o companheiro Gerdau [Jorge Gerdau Johannpeter], dono de grande siderúrgica, afirmou que não vai parar um projeto que tem; nós não vamos parar um único projeto do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento]; e a Petrobras não vai parar um projeto dela", afirmou.

Para Lula, só o setor de importação preocupa. Ele disse, porém, que o governo tem tomado medidas para compensar possíveis perdas para o Brasil.

"A redução das importações pode ter efeitos aqui. Por isso é que vamos continuar fomentando o crescimento do mercado interno", disse.


 

Mais Sobre Economia - Nacional

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões

Ajuda ao MEi será de R$600,  diz presidente Bolsonaro

Ajuda ao MEi será de R$600, diz presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26) que o auxílio emergencial para os trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus será de