Porto Velho (RO) sábado, 8 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Juros futuros: DI para janeiro de 2008 fecha em alta de 0,05%


Agência O Globo RIO - Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), as projeções das taxas de juros não apresentaram tendência definida, no encerramento das operações. Os contratos com prazos mais longos, como o DI com vencimento em janeiro de 2008 - de maior liqüidez e mais negociado - fecharam em alta pouco acentuada, bem perto da estabilidade. Nesta caso a variação foi de 0,05%, com taxa de 14,29% ao ano. Já os contratos com taxas com vencimentos mais próximos, fecharam em baixa influenciadas pelas boas perspectivas internas. O IPC-S medido até 22 de agosto e o IPCA-15 do mesmo mês, divulgados durante a sessão, vieram em linha com as expectativas. Outros contratos que fecharam com bom volume negociado foram o com vencimento em janeiro de 2007, que registrou taxa de 14,28% e o de abril de 2007, com taxa de 14,25%. No fechamento de terça-feira, as taxas apontadas por estes contratos eram 14,28% e 14,22%, respectivamente. As informações são do site Infomoney.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões