Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Jesualdo aponta descriminação na distribuição FPE para RO



O deputado Jesualdo Pires (PSB) apontou, com números, a discriminação aplicada pelo governo federal em relação Rondônia no que se refere à distribuição do Fundo de Participação dos Estados (FPE). Ele fez a comparação dos números de repasses feitos pelo governo federal para quatro municípios da região amazônica, com o número de habitantes dos estados de Rondônia, Acre, Amapá e Roraima.

Segundo levantamentos feitos pelo parlamentar o estado do Acre recebeu em maio deste ano R$ 159.760.595,79 de repasse do FPE para uma população de 733.559 habitantes, o que resulta em R$ 217,79 por habitante. O Amapá, com uma população de 669.526 habitantes recebeu em maio deste ano R$ 159.340.296,06, o que dá um valor de R$ 237,99 por habitante. Roraima tem uma população de 450.479, segundo números do IBGE no censo de 2010 e recebeu em maio R$ 115.848.614,42 que aponta o valor de R$ 257,17 por habitante. O Estado de Rondônia tem uma população de 1.562.409 e em maio recebeu recursos da ordem de R$ 131.488.434,23 de FPE, o que dá para cada rondoniense um valor de R$ 84,16.

Ou seja, a população do Acre recebeu duas vezes e meia a mais do que a população de Rondônia e a população de Roraima e Amapá três vezes mais do que Rondônia no mês de maio último, o que tem se verificado em meses anteriores e se revela uma discrepância e uma flagrante discriminação da parte do governo federal com Rondônia. “Já repassei estes números para a bancada federal e esperamos que essa injustiça seja corrigida”, disse Jesualdo.

Em aparte, o deputado Neodi Carlos (PSDC) disse que além da discriminação, há ainda o fato de o Amapá e Roraima terem seus servidores dos antigos territórios incorporados pelo governo federal, o que não ocorreu com o Estado de Rondônia e a transposição dos servidores é uma novela que se arrasta há muito tempo.

Para o deputado Jesualdo está é também mais uma prova da discriminação que o estado de Rondônia é vítima, fato que precisa uma resposta firme por parte da bancada federal.

Fonte: ALE/RO – DECOM
 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

Programa Social: Novo Bolsa Família cumprirá teto de gastos, diz ministro da Cidadania

O programa social que pretende substituir o Bolsa Família terá o maior valor possível para o benefício dentro do teto de gastos, disse hoje (9) o mi

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

Banco do Brasil lança dois programas de desligamento incentivado

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta segunda-feira (11) dois programas de desligamento incentivado. A expectativa é que a adesão chegue a 5 mil fun

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Gente de Opinião Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024 | Porto Velho (RO)