Porto Velho (RO) quarta-feira, 15 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Indústria de eletrodomésticos deve crescer 10%


Luciana Rodrigues - Agência O GloboRIO - A indústria de eletrodomésticos deve registrar um acréscimo de 10% em sua produção este ano. Essa é a projeção da RC Consultores que, em relatório divulgado ontem (13), destaca que a queda dos juros, o alargamento do prazo de financiamento das vendas a prazo e a elevação da massa real de salários, que cresce acima de 4%, explicam os bons resultados desse setor industrial.A RC projeta uma expansão de 10% na produção de linha branca e de 13,6% na linha marrom. A consultoria lembra que um dos principais fatores que contribuiu para a recuperação do segmento de linha branca foi a redução de preços, em função, sobretudo, da queda do dólar, o que induziu ao relativo barateamento do preço interno do aço."Para 2007, em face da perspectiva de manutenção do cenário de melhora das condições internas de renda e crédito, prevê-se que o nível de produção desta indústria tenha novo incremento, da ordem de 14%", diz relatório da análise da RC Consultores.

Mais Sobre Economia - Nacional

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

Caos gerencial de Temer: socorro financeiro é o dobro dos investimentos

o socorro financeiro do governo federal ao pagamento de dívidas de estados e municípios com a União vai gerar um impacto de R$ 90,3 bilhões nas contas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

Dia dos pais tem 2º ano de crescimento das vendas

A EXPECTATIVA PARA AS VENDAS DE RONDÔNIA SÃO MELHROES QUE A MÉDIA NACIONALA Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo-CNC estima q

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

Banco Central aprova aquisição da XP Investimentos pelo banco Itaú

O Banco Central (BC) aprovou, com restrições e limitações, a aquisição de 49,9% da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco. O acordo viabiliza o investime

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Efeito cascata: Aumento do STF vai custar R$ 137 mi em Minas

Caso o Congresso acate, o reajuste dos ministros do STF vai aumentar a despesa em R$ 10,55 milhões por mês, ou R$ 137,15 milhões, aí somado o décimo-t