Porto Velho (RO) sábado, 15 de agosto de 2020
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Indústria de eletrodomésticos deve crescer 10%


Luciana Rodrigues - Agência O Globo RIO - A indústria de eletrodomésticos deve registrar um acréscimo de 10% em sua produção este ano. Essa é a projeção da RC Consultores que, em relatório divulgado ontem (13), destaca que a queda dos juros, o alargamento do prazo de financiamento das vendas a prazo e a elevação da massa real de salários, que cresce acima de 4%, explicam os bons resultados desse setor industrial. A RC projeta uma expansão de 10% na produção de linha branca e de 13,6% na linha marrom. A consultoria lembra que um dos principais fatores que contribuiu para a recuperação do segmento de linha branca foi a redução de preços, em função, sobretudo, da queda do dólar, o que induziu ao relativo barateamento do preço interno do aço. "Para 2007, em face da perspectiva de manutenção do cenário de melhora das condições internas de renda e crédito, prevê-se que o nível de produção desta indústria tenha novo incremento, da ordem de 14%", diz relatório da análise da RC Consultores.

Mais Sobre Economia - Nacional

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Entre vinhos e lagostas Lewandowski instaura o caos + Não há empregos sem empresas

Não há empregos sem empresasEm 1985, a inflação no Brasil atingiu o valor de 242,23%. Em 1986, com receio da aceleração descontrolada da inflação, o g

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

MEI: Quem terá direito ao vale de R$600 e como pedir? + COVID19 no Brasil: cuidados

COVID19 no Brasil: cuidadosNa tentativa de conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID19), diversos países do mundo reforçaram suas medidas de is

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Corte de recursos do Sistema S pode causar fechamento de unidades e demissão de dez mil

Um documento enviado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aos governadores brasileiros revela que o corte de 50%

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

Empresas não prestaram informações sobre admissões e demissões referentes a janeiro e fevereiro

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia informa que identificou a falta de prestação das informações sobre admissões