Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Economia - Nacional

Índice oficial de inflação recuou para 0,05% em agosto


Agência O GloboRIO - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado pelo governo para medir a inflação, recuou para 0,05% em agosto, ante 0,19%, em julho. Essa é a menor taxa para um mês de agosto desde 1998, quando o IPCA registrou deflação de 0,51%.O índice, divulgado nesta quarta-feira, pela manhã, veio bem abaixo das expectativas. Economistas ouvidos pela Reuters previam em média uma alta de 0,21%. No ano, o IPCA acumula alta de 1,78% e nos últimos 12 meses, de 3,84%, abaixo do centro da meta do governo para este ano, que é de 4,5%.O IPCA, que mede a variação dos preços para famílias com renda de até 40 salários mínimos nas 11 principais regiões metropolitanas, baliza as ações de política monetária do país, como a taxa básica de juros, e é o índice usado nas metas de inflação do governo.Segundo o IBGE, que calcula o índice, os principais preços que contribuíram para a queda foram os dos combustíveis. A gasolina, cujos preços haviam subido 0,81% em julho, caiu 0,40%. O álcool ficou 0,8% mais barato em agosto, ante um aumento de 1,04%, no mês anterior.O IGP-DI registrou em agosto uma alta de 0,41%, ante avanço de 0,17% apurado em julho.

Mais Sobre Economia - Nacional

Copom inicia hoje reunião para definir taxa Selic

Para instituições financeiras consultadas pelo BC, a Selic deve ser mantida no atual patamar – 6,5% ao ano até o final de 2018

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

Salmão e filé mignon recebem benefícios fiscais

O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirma, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que a estritura tributárias do país sofre com muita

Tabelar frete é ilegal, diz Cade

Tabelar frete é ilegal, diz Cade

O caos do Pedro Parente aliado ao caos gerencial do governo continua a deixar um rastro de desorganização generalizada na logística de transportes e n

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia

A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e